Jogadores, ex-jogadores e até técnicos vão participar de um protesto nesta terça-feira, às 15h, em frente à sede da CBF, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O movimento, chamado de #OcupaCBF nas redes sociais, tem o apoio de membros do Bom Senso como o zagueiro Paulo André e o ex-meia Alex.

Na ocasião, será lido um manifesto que pede a renúncia imediata de Marco Polo del Nero da presidência da entidade. Del Nero se licenciou da CBF no dia 3 de dezembro e deixou o vice-presidente Marcus Antônio Vicente assumir temporariamente no seu lugar. Tanto ele quanto o ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira foram indiciados pela Justiça dos Estados Unidos em uma nova operação que investiga esquemas de corrupção na Fifa. Del Nero é suspeito de receber propina na Copa do Mundo de 2014.

O grupo exige ainda a convocação de novas eleições para a entidade e que elas sejam “mais democráticas”, ou seja, sem a cláusula de barreira que hoje exige o apoio de oito federações e cinco clubes para quem quiser se candidatar.

Além de Alex e Paulo André, o movimento contará com a presença dos ex-jogadores Raí, Afonsinho, Djalminha, Paulo Cezar Caju e Zico. O técnico Paulo Autuori também está entre as presenças confirmadas no site do movimento (http://www.ocupacbf.com/)

“Estarei amanhã no #OcupaCBF, um ato público em frente à CBF, em defesa do futebol brasileiro”, postou Raí em sua conta no Twitter.

O protesto dos atletas e ex-atletas foi marcado para um dia antes da eleição para vice-presidente da CBF. O único candidato do pleito é o coronel Antonio Carlos Nunes, do Pará. A eleição está suspensa pela Justiça do Rio, que atendeu a um pedido do vice-presidente da CBF, Delfim de Pádua Peixoto.

Fonte: Extra Online