Seedorf pode devolver ‘presente de grego’ para o Grêmio

Compartilhe:

Se existe um ponto negativo na passagem de Seedorf pelo Botafogo é a sua estreia. Não pela festa, já que quase 35 mil pessoas estiveram presentes no Engenhão. Porém, a derrota por 1 a 0 para o Grêmio colocou água no chopp alvinegro. Mas desta vez o camisa 10 do Glorioso pode devolver o “presente”.

Neste domingo, o maior ídolo gremista, Renato Gaúcho, fará sua estreia na Arena do Grêmio. Recém-contratado como técnico do Tricolor, ele terá pela frente um time motivado e em alta. Porém, os jogadores alvinegros têm certeza que complicar a vida do adversário será extremamente trabalhoso.

– A gente vai ter que saber que será um jogo muito difícil. Eles vão jogar motivados pela chegada de um novo treinador. Além disso, o time deles é muito qualificado e temos de igualar com eles na determinação. Contra o Fluminense, só marcamos no primeiro tempo e depois a gente se fechou e falou “agora precisamos jogar”. Contra o Grêmio, temos que jogar desde o início – disse Jefferson, que teve o coro fortalecido por Julio Cesar:

– É sempre difícil, principalmente com o jogo sendo em Porto Alegre. Sabemos das dificuldades que teremos, mas estamos preparados. Conheço a maioria dos jogadores deles, mas mudou o treinador e isso dá motivação. Sabemos o que fazer e isso é o importante.

Agora cabe ao Botafogo complicar a vida do Grêmio às vésperas do motivo da idolatria de Renato Gaúcho completar 30 anos. Em 1983, o Grêmio conquistou o Mundial e Portaluppi (como é chamado no Rio Grande do Sul) foi o grande herói. Quem sabe não acontece um presente de grego?

Fonte: Lancenet!

Comentários