Seedorf se diz alheio a críticas externas: ‘Não dou muito valor. Sei quando jogo bem’

Compartilhe:

Principal jogador do Botafogo, o craque Seedorf se acostumou a ser o centro das atenções e de estar constantemente sob julgamento. Neste Campeonato Brasileiro, ele tem alternado boas atuações e participações mais discretas. Quando não brilha, costuma ser alvo críticas, já que todos vão em busca de explicações.

Seedorf, no entanto, garante que não dá importância para o que falam dele. O camisa 10, de 37 anos, disse que respeita as opiniões, mas que sabe quando vai bem ou vai mal nas partidas.

– Não dou muito valor. Estou vendo que se dou assistência ou faço gol, jogo bem. Senão, jogo mal. Não tem a menor importância. Respeito, mas eu sei quando jogo bem ou jogo mal. Aprendi que o jogo é coletivo. Todos precisam estar bem para explorar as melhores jogadas durante o jogo – disse o meia.

Multicampeão dos principais campeonatos de clubes na Europa, Seedorf disse que levantar taça não é sua principal motivação, e sim fazer diferença, buscar desafios. Ele pediu que os feitos do atual time do Botafogo sejam valorizados de forma mais justa.

– Me motiva o vestiário, os companheiros, o Oswaldo, os desafios deste clube. Não jogo para ganhar mais uma taça, é o desafio que me interessa. Preciso conquistar coisas que tenham valor. E o que o Botafogo está fazendo o ano todo tem muito valor. Poucos dão o valor justo, mas nós sabemos o quanto fizemos este ano. Como este grupo não quer desistir, quer fazer algo diferente, tenho certeza que nossas reações foram muito boas. Estamos fazendo o nosso melhor e vamos fazer até o fim do ano

O próximo desafio do Botafogo, quarto colocado com 53 pontos, é o jogo contra o Internacional, domingo, em Caxias do Sul.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários