Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

X

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

X

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Segunda Divisão pode virar ‘galáctica’ com até seis campeões brasileiros

18 comentários

Compartilhe

João Paulo e Sassá em Botafogo x Cruzeiro | Campeonato Brasileiro 2019
Vítor Silva/Botafogo

Em toda história do Brasileirão, 17 times diferentes já foram campeões. Até seis deles poderão estar fora da competição em 2021, relegados à Série B e, por outro lado, elevando o patamar da competição de acesso. Se confirmado este número, será o recorde da história, sinal dos tempos de um futebol brasileiro em transformação.

Cruzeiro e Guarani já possuem a companhia confirmada do Botafogo, lanterna da Série A. É certo também que ao menos mais um campeão brasileiro (entre Coritiba, Vasco, Bahia e Sport) será rebaixado, fazendo com que a edição de 2021 da Série B iguale o número de campeões das competições de 2005 (Grêmio, Bahia, Sport e Guarani) e 2006 (Atlético-MG, Guarani, Coritiba e Sport) e seja a edição mais “pesada” em termos de títulos dos últimos dez anos.

Dentre os campeões, quem está mais ameaçado é o Coritiba, com 99% de risco de queda e dependendo quase de um milagre.

Existe ainda a possibilidade de todos os quatro rebaixados neste ano serem antigos campeões brasileiros.

Atualmente o Vasco é o primeiro time no Z4. O Bahia é o primeiro fora. Se os dois forem ultrapassados pelo Goiás, que tem quatro pontos a menos mas está em ascensão, seriam seis campeões brasileiros na Série B em 2021.

A presença de tantos clubes com títulos nacionais no currículo na Série B deverá elevar o nível de uma competição que há muito tempo já deixou de ser uma temporada “tranquila” para os grandes que eram rebaixados — o Cruzeiro que o diga, com toda a dificuldade que enfrentou na edição de 2020.

Para evitar seu quarto rebaixamento, o Vasco tenta juntar os cacos da derrota para o Fortaleza, na quarta-feira. A diretoria se reuniu ontem e terá novo encontro hoje de manhã para tentar encontrar medidas que possam ajudar os jogadores e o técnico Vanderlei Luxemburgo nos três jogos que restam, contra Internacional, Corinthians e Goiás. Não está descartada a oferta de um bônus ao elenco.

Já o Botafogo, que apenas cumpre tabela, negociou ontem Pedro Raul com o Kashiwa Reysol, do Japão, por US$ 2 milhões (R$ 10,7 milhões). Com a venda, o alvinegro evita ter que pagar uma cláusula de 1,5 milhão de euros (R$ 9,8 milhões) prevista em contrato que obrigava o clube a adquirir 70% dos direitos do atleta. Os outros 30% são do Vitória de Guimarães (POR).

Fonte: O Globo Online

Comentários