Seleção: Jefferson se vê forte após alerta de Felipão a J. César

Compartilhe:

Jefferson é um dos jogadores que mais vezes foi convocado no pós-Copa do Mundo de 2010. Mas nunca foi titular absoluto. Nem de Mano Menezes, nem de Felipão. Com a indefinição do futuro de Julio César, o goleiro do Botafogo pode, enfim, ter uma sequência maior. E ele acredita estar bem preparado para tal missão.

Titular na derrota por 1 a 0 para a Suíça, na última quarta-feira, na Basileia, o goleiro fez uma boa partida. É verdade que deu dois sustos. Um em chute de Xhaka, defendido em dois tempos, e outro após recuo de Dante, na fogueira, em que teve de dividir com o atacante para evitar o segundo gol suíço.

– Analisando o todo e apesar da derrota, fiz uma boa partida. Tem que ter personalidade e não ter medo do erro. Tive frieza em alguns lances e pude mostrar que estou brigando pela titularidade. Sabemos da confiança que o Felipão tem no Julio César, mas tenho de estar preparado – declarou Jefferson.

A situação de Julio César é complicada. Reserva no inglês Queens Park Rangers, rebaixado à segunda divisão, o goleiro espera por uma oportunidade melhor em outra equipe. Mas nenhuma apareceu ainda. Ele já até admite seguir no QPR para não perder mais chances na seleção brasileira. Felipão está de olho.

O treinador da seleção brasileira, ao explicar o motivo de ter colocado o goleiro na reserva, contra a Suíça, deu a entender que pode não chamá-lo para os amistosos de setembro, contra Austrália (dia 7) e Portugal (dia 10), caso não tenha resolvido sua situação e esteja em treinamento normal para um jogador em atividade.

– O Julio César não jogou nenhuma partida e tem tentado acertar sua situação. E o treinamento de um goleiro é bem diferente do que ele vem fazendo. Portanto, as condições são diferentes. Foi uma chance também de colocar o Jefferson, porque em determinado pode acontecer de eu não convocar um… – avaliou o técnico.

A janela de transferências no futebol europeu fecha no próximo dia 31 de agosto. Até lá, Julio César pretende estar com sua vida definida. Mas caso ele não esteja jogando ou treinamento ativamente, pode ser que Luiz Felipe Scolari o deixe fora da convocação para os jogos contra Austrália e Portugal.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários