Sem alarmismo: Rafael Marques quer vitória para deixar problemas para trás

Compartilhe:

A derrota por 2 a 1 para o Internacional, domingo, no Sul, não tirou o Botafogo do G-4, mas foi suficiente para aumentar o clima de tensão entre a equipe a torcida. O risco de ficar sem uma das vagas para a Libertadores acirrou os ânimos, mas os jogadores esperam começar a mudar este panorama com uma vitória nesta quarta-feira, quando o Glorioso enfrenta a Portuguesa no Maracanã.

O atacante Rafael Marques acredita que não há motivos para achar que é preciso uma mudança drástica para a equipe voltar a vencer.

– Esperamos a vitória. O que passou, vamos deixar para trás. Jogamos bem, mas em dois lances eles fizeram gols. Não temos que mudar nada, apenas ter mais atenção e fazer o gol quando tivermos as chances. Não podemos achar que está tudo errado por causa de duas derrotas. Mesmo assim estamos no G-4 desde a quinta rodada – afirmou o camisa 20.

Nesta segunda-feira, o elenco foi recebido com hostilidade no desembarque no Rio de Janeiro, e um grupo de cerca de 20 torcedores invadiu o Engenhão para protestar. Rafael Marques afirmou que o Bota não entrará em campo pressionado contra a Lusa e pediu união nesta reta final.

– Temos jogadores que passaram por coisas piores. Na nossa cabeça, não estamos levando isso como uma pressão. Sabemos da nossa obrigação, dos nossos objetivos. Queremos classificar para a Libertadores. Temos chance, mas precisamos estar juntos. Os torcedores disseram que vão apoiar.

Sobre a queda de rendimento do Botafogo recentemente, Rafael Marques apontou a saída de alguns jogadores, como Fellype Gabriel, Andrezinho e Antônio Carlos, como a provável causa.

– É nítido o que aconteceu, nós perdemos muitos jogadores experientes. Temos garotos com potencial, mas não com a mesma maturidade. 

O Botafogo é o quarto colocado do Brasileiro com 53 pontos, a mesma pontuação do Goiás, o quinto, e dois a mais do que o Vitória, o sexto. O Alvinegro, no entanto, está a apenas um do Grêmio, o terceiro colocado.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários