O técnico René Simões comanda neste sábado o último treino do Botafogo antes do primeiro jogo decisão do Estadual na busca pelo time ideal para enfrentar o Vasco. Com a presença do atacante Bill em xeque, em função das dores no tornozelo direito, René perdeu aquilo que considerava sua carta na manga. A punição de Jobson o fez decidir por fechar o treino de hoje no Estádio Nílton Santos e reavaliar suas opções.

— Eu confesso que estava pensando no Jobson ao lado do Pimpão. A surpresa que estava preparando para o jogo era escalá-los lado a lado. Jobson vinha de dois ótimos treinos. Treinou muito bem durante a semana. Agora vamos avaliar o que temos. Vamos ver como o Bill estará depois do treino deste sábado — explicou René.

Será a primeira atividade fechada à imprensa que o Botafogo fará antes da decisão. René não fez mistério sobre o restante da equipe, e deve escolher Gegê para o lugar do lesionado Elvis. Fora o ataque, os demais titulares devem ser os mesmos que enfrentaram o Fluminense.

— Não fico lamentando os jogadores que saíram. Quando não tínhamos opções durante a Taça Guanabara, lancei o Elvis e ele virou solução — afirmou René.

Única certeza do ataque, Rodrigo Pimpão surge agora como a principal opção ofensiva do Botafogo. Depois da atuação contra o Fluminense, em que foi elogiado por René Simões, o atacante garante que está com fôlego renovado, e também livre dos problemas musculares que o atrapalharam durante a disputa da Taça Guanabara.

— O importante é sempre ajudar a equipe. Vinha de problemas com lesões e acabei me cansando contra o Fluminense. Corri muito até onde pude no último jogo. A semana foi boa para ter uma condição melhor contra o Vasco — garantiu Pimpão.

A parte física dos jogadores alvinegros será novamente testada na próxima semana. Ontem, o clube teve negado pela CBF o pedido de adiamento da partida contra o Capivariano, de São Paulo, marcada para a próxima quarta-feira, pela segunda fase da Copa do Brasil.

Fonte: Extra Online