O Botafogo estava acertado com Nicolás Blandi e Dário Aimar. As contratações, porém, não deram certo por falta de tempo, já que a janela de transferências internacionais fechou às 23h59 de ontem. Sem os gringos, o Alvinegro não tem tempo a perder e já aponta sua mira para o mercado nacional.

Pelo menos dois reforços são esperados. Um centroavante, um atacante de velocidade e um zagueiro podem aparecer em General Severiano. A diretoria trabalha em sigilo para que vazamentos não atrapalhem possíveis negociações.

Assim, o Botafogo vai ao mercado da bola e precisa corrigir alguns buracos no elenco. Um exemplo disso é a saída de Erik, que fechou com Yokohama Marinos, do Japão, e criou uma lacuna técnica no grupo. Rodrigo Pimpão virou titular, mas a diretoria entende que precise de novas opções. Sem saber se precisará de cirurgia, Biro Biro ainda tem futuro indefinido.

Além disso, a diretora entende que um centroavante seria útil ao elenco. Diego Souza chegou para exercer a função. No entanto, tem oscilado e mostrado que pode render mais recuado, abrindo espaço para alguém atuar no comando do ataque. Victor Rangel é opção, mas a diretoria pode trazer um concorrente.

Na zaga, o técnico Eduardo Barroca dispões de três opções: Joel Carli, Gabriel e Marcelo. Kanu ainda é considerado jovem e, por isso, o clube pode buscar mais alguém para compor o elenco. Aimar era visto com grande potencial, mas dificilmente haverá caso semelhante no mercado nacional. Assim, o reforço defensivo parece mais distante.

Com a derrota para o Atlético-MG e a consequente eliminação da Copa Sul-Americana, o Botafogo tem apenas o Campeonato Brasileiro em disputa na temporada. Com 16 pontos, o Alvinegro ocupa a décima posição na competição. O time volta a campo no domingo, quando visitará o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis.

Fonte: UOL