O Flamengo finalmente se posicionou em relação à polêmica semifinal do Campeonato Carioca. Em nota oficial, o clube rejeitou a ideia de jogar com o Vasco em outro estado, exigiu que o regulamento da competição seja cumprido e pediu que a partida seja realizada no Engenhão e com torcida dividida.

“O Flamengo ressalta que é totalmente contrário à realização dos clássicos com torcida única e solicita que a partida semifinal do Campeonato Carioca 2017 seja disputada no Engenhão, no próximo dia 25 de fevereiro, com a presença das duas torcidas”, finaliza uma longa nota divulgada pelo clube.

Toda a confusão em torno do jogo começou porque o Ministério Público do Rio de Janeiro determinou que os clássicos do estado fossem disputados com torcida único. Tudo por conta da morte de um torcedor do Botafogo antes do duelo com o Flamengo.

Os clubes, porém, não concordam com isso.

Há duas formas de ‘driblar’ a decisão do MP. A primeira seria a de derrubar tal decisão por meio da Justiça. A segunda seria justamente levar o duelo para fora do estado.

Por isso, a Federação Carioca de Futebol determinou na noite de segunda que a partida seria realizada em Juiz de Fora. A cidade mineira, porém, se disse pega de surpresa e rejeitou receber a partida por ser no meio do Carnaval e não ter o policiamento necessário para garantir a segurança de todos.

Veja a nota completa do Flamengo

Prezados Senhor Presidente,

O Clube de Regatas do Flamengo (“FLAMENGO”) vem, por meio de seu Presidente infra assinado, informar a V.Sa., inicialmente, que, ao contrário do que foi divulgado pela mídia na noite de ontem, NÃO concordou com a alteração da designação da partida semifinal do Campeonato Carioca 2017 para o Estádio Mario Heleno, em Juiz de Fora/MG, a ser realizada no dia 25 de fevereiro próximo.

A proposito, é de conhecimento público e notório que a Prefeitura do Município de Juiz de Fora emitiu nota oficial (cópia anexa) em que afirma não autorizar a realização da partida em comento no Estádio Mário Heleno, em virtude da intensa programação de blocos de carnaval na cidade e da necessidade de garantir o esquema de segurança da 4a Região da Polícia Militar aos foliões torcedores da outra partida que se realizará, no mesmo estádio e na mesma data, pelo Campeonato Mineiro de futebol profissional.
O FLAMENGO requer a V.Sa., nesse sentido, que seja cumprido, na íntegra, o Regulamento do Campeonato Carioca Estadual da Série A de Profissionais para o Biênio 2017-2018 (“REC 2017-2018”), em especial seus artigos 44, II e 62, abaixo transcritos, no sentido de que a partida em comento seja realizada no próximo sábado, dia 25 de fevereiro, no Engenhão, em razão da impossibilidade de utilização do Estádio Mário Filho (Maracanã):

“Art. 44 – As partidas deverão ser disputadas nos estádios indicados pelos clubes mandantes, salvo:
(…)

II – As partidas dos clássicos, do turno semifinal e do turno final do campeonato deverão ser realizadas no Maracanã.

Art. 62 – O Estádio Mário Filho (Maracanã) será considerado como campo neutro, assim como o Estádio Nilton Santos (Engenhão), caso não haja possibilidade de utilização do Maracanã.”

Ainda neste sentido, na ausência de disposição regimental específica, a alteração do local da partida para outro Estado da Federação, deverá obedecer a regra da Confederação Brasileira de Futebol – CBF, prevista em seu Regulamento Geral das Competições 2017 (“Art. 13 – As tabelas das competições somente poderão ser modificadas se obedecidas as seguintes condições: I – encaminhamento formal de solicitação à DCO pela parte interessada, observado que: a) são consideradas partes diretamente interessadas o clube mandante, a federação mandante e a emissora dos direitos de televisão; b) faz-se necessária, em quaisquer dos casos, a análise prévia e aprovação por parte da DCO.” (grifos nossos).

Com efeito, o próprio REC 2017-2018 faz menção expressa à necessidade de consulta ao clube mandante no item I do já mencionado art. 44, mesmo que em alusão a situação diversa da ora em comento (falta de aprovação pelos laudos técnicos ou veto da emissora detentora dos direitos de televisão). Invariavelmente, a consulta ao clube mandante (FLAMENGO) é obrigatória, e confirma-se, pela presente, que o FLAMENGO não concordou com a notícia tornada pública pela Federação na noite do dia 20 de fevereiro de 2017, no que se refere à transferência da partida semifinal do Campeonato Carioca 2017 para o Estádio Mário Heleno, em Juiz de Fora/MG.

Por fim, o FLAMENGO ressalta que é totalmente contrário à realização dos clássicos com torcida única e solicita que a partida semifinal do Campeonato Carioca 2017 seja disputada no Engenhão, no próximo dia 25 de fevereiro, com a presença das duas torcidas.

Fonte: ESPN.com.br