Sem interessados, Gatito e Botafogo abafam desgaste e focam na temporada 2021

21 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Gatito Fernández - Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

A permanência do goleiro Gatito Fernandez no Botafogo, mesmo com o rebaixamento para a Série B, ganhou um tom surpreendente diante das polêmicas declarações do ex-dirigente do clube, Carlos Augusto Montenegro. Mas tanto o jogador como a nova diretoria tiveram sangue frio para contornar a crise e focar no que é melhor para as duas partes.

O Botafogo, sem recursos para investir em um goleiro do nível de Gatito, aguarda a recuperação do paraguaio, que teve um edema ósseo no joelho, para contar com ele na Série B. A antiga diretoria se movimentou no mercado atrás de interessados. Não obteve sucesso.

Representantes do goleiro seguem atentos às oportunidades. O contrato de Gatito vence no fim do ano e a intenção é aguardar para que ele assine um pré-contrato seis meses antes. O desafio é haver um clube interessado e disposto a custear seu salário, acima da média no Botafogo. No Brasil, possíveis interessados ou já possuem um jogador na posição ou não podem pagar tão caro por ele.

Diante dessa equação, tanto Gatito quanto a nova diretoria do Botafogo acharam melhor abafar qualquer foco de desgaste e olhar para frente. O clube poderá ter um bom goleiro na próxima temporada e o jogador seguir com um bom salário até encontrar outro destino.

Gatito começou no Cerro Porteño, do Paraguai, clube pelo qual tem duas passagens. No currículo, tem ainda Estudiantes e Racing, ambos da Argentina, FC Utrecht, da Holanda, Vitória e Figueirense. Ele é constantemente convocado para a seleção paraguaia.

Fonte: O Globo Online

Notícias relacionadas