Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

X

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

X

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Sem jogos, Nilton Santos e Maracanã viram point fitness e até de futevôlei

0 comentários

Compartilhe

Botafogo coloca Estádio Nilton Santos à disposição das autoridades para prevenção do coronavírus
Divulgação/Botafogo

Saem as chuteiras e entram os tênis de corrida. Fechados por conta da pandemia do coronavírus, os estádios do Maracanã e do Nilton Santos transformaram-se em áreas de atividades fitness em seus arredores. Há também os que desobedecem as determinações dos órgãos de saúde e andam praticando futevôlei em grupo.

O UOL Esporte foi aos dois locais no fim da tarde de ontem (16). Inicialmente na casa do Botafogo, também popularmente conhecida como “Engenhão”, por se situar no bairro do Engenho de Dentro, na zona norte do Rio de Janeiro.

Por conta do tempo nublado e uma leve garoa em alguns momentos, não foram notadas grandes aglomerações. Somente uma pequena em frente às estátuas dos ídolos alvinegros, na entrada do setor oeste, onde um ambulante vendia bebidas e estava rodeado por cerca de dez pessoas que ouviam funk em volume alto.

Próximo dali, pessoas praticavam atividades físicas como corrida, caminhada e exercícios funcionais. E um pouco mais à frente, a reportagem se deparou com uma partida de futevôlei entre jovens de cerca de 15 a 20 anos. Além dos quatro que jogavam, mais quatro faziam a famosa “de fora”.

No que compete ao comércio, cerca de 90% estava fechado, mantendo-se aberto apenas pequenas mercearias. Um morador da “Rua das Oficinas”, no setor norte, porém, comandava um animado churrasco para cerca de dez pessoas, que estavam próximas umas das outras e sem máscaras, descumprindo os protocolos de proteção ao coronavírus.
Maracanã: jovens fazem musculação próximos ao hospital de campanha

Em seguida o UOL Esporte seguiu para o Maracanã. Por lá, se deparou com um número maior de pessoas que praticavam atividades físicas.

Próximo ao hospital de campanha que está sendo montado no complexo Célio de Barros – que é anexo ao estádio – jovens revezavam aparelhos de musculação sem luvas, máscaras e álcool em gel.

O local será o maior de estrutura provisória e tem capacidade para 400 leitos, sendo 80 de CTI. A montagem já caminha para sua fase final.

Região de São Januário ainda sem casos

O bairro Vasco da Gama, onde fica situado o estádio vascaíno de São Januário, ainda não possui casos de coronavírus, segundo o último boletim da Prefeitura do Rio de Janeiro. A casa cruz-maltina, porém, não tem a prática de atividades físicas em seus arredores, uma vez que não há pistas e aparelhos de ginástica para tal, como se encontra no Maracanã e no Nilton Santos.

Estado e Ministério da Saúde divergem sobre o tema

O Estado do Rio de Janeiro e o Ministério da Saúde divergem no que se refere aos exercícios ao ar livre. Enquanto o Governo Estadual recomenda que as pessoas fiquem em casa e saiam somente em casos de extrema necessidade, o órgão federal permite as atividades, desde que as pessoas evitem aglomerações e façam em horários de menos movimento.

Fonte: UOL

Comentários