O Botafogo foi ao mercado  para recompor a vaga antes ocupada por Marcelo Mattos e, entre alguns reforços, trouxe o volante Serginho. Credenciado pelas boas atuações na Caldense(MG), o jogador de 27 anos natural de Teresina, no Piauí, chegou ao Glorioso como opção e parece ter conquistado a confiança do treinador Ricardo Gomes. Titular diante de Santa Cruz, ABC e América(MG), o volante garante estar adaptado e quer boas atuações para se firmar na equipe.

– A minha adaptação graças a Deus foi bem rápida no Botafogo. Estou conseguindo desenvolver o meu trabalho nos jogos e nos treinamentos. Abriu um espaço no time titular e vou seguir fazendo o melhor para me firmar na equipe ainda mais – disse Serginho.

Tímido nos bastidores, Serginho é totalmente o oposto dentro de campo e não dispensa a comunicação com os companheiros. Para o atleta, a conversa em campo ajuda bastante para acertar a equipe e pode até decidir jogos.

– Temos que conversar bastante dentro de campo e nem sempre isso é possível por conta do barulho da torcida. Essa comunicação também ganha jogo. Contra o América-MG eu gritei o Arão, ele roubou a bola e gerou o contra-ataque que acabou no segundo gol. Esse entrosamento é importante dentro dos jogos e tem dado certo – frisou.

Serginho também ressaltou o bom entrosamento com Willian Arão, companheiro de posição em campo, e espera seguir com as boas atuações por uma meta ainda maior.

– Está dando tudo certo e o Willian Arão é muito gente boa, um grande amigo que fiz no Botafogo. Agora temos que manter essa sequência positiva até o fim do campeonato. Vou trabalhar ainda mais forte para honrar o Botafogo. Quem sabe eu não possa ser um grande camisa 5 na história do clube?- encerrou.

Fonte: Site oficial do Botafogo