No último domingo, o time do Botafogo entrou em campo contra o Flamengo com uma faixa que mostrava o descontentamento com o atraso de salários dos jogadores: “Estamos aqui porque somos profissionais e por vocês torcedores.”  A coluna conversou com Emerson Sheik, craque do Corinthians que está emprestado ao Bota e que hoje ajuda financeiramente o time.

Seu salário está atrasado?
É um assunto extremamente delicado de falar. O meu salário quem paga é o Corinthians. Meu contrato vai até meado do próximo ano. É um acordo feito entre o Botafogo e o Corinthians. O Botafogo paga parte do meu salário ao Corinthians. Recebo integralmente do clube de São Paulo.

Como é o clima hoje no Botafogo?
Embora a situação do clube seja muito delicada, lá dentro, o grupo de jogadores e a comissão têm se ajudado muito com uma palavra amiga, um abraço. É uma coisa bonita de se ver. Apesar das dificuldades, um estende a mão para o outro. Tem gente que pode dar um sorriso, o outro, um abraço… Ou até um puxão de orelhas também. O que puder fazer para ajudar, eu vou fazer.

Você está ajudando financeiramente a algum funcionário?
Sim.

A quem você ajuda?
Desculpa, mas não vou expor essas pessoas. Não é legal.

Fonte: Blog do Léo Dias - O Dia Online