O Botafogo pode negociar o meia Camilo com o Internacional para, em troca, receber um atacante para fazer sombra a Roger, único centro avante do elenco comandado por Jair Ventura. Em visível queda de rendimento, o camisa 10 da equipe está longe de repetir em 2017 as atuações que teve em 2016.

No entanto, negociá-lo está longe de ser a melhor opção e o próprio Roger é um exemplo de como Jair, com o tempo, consegue recuperar jogadores. Há pouco mais de um mês, muitos torcedores do Glorioso, que hoje veem a importância do camisa 9, queriam a sua saída imediata do clube.

Jair Ventura, por sua vez, sabia da importância de ter o atleta em seu elenco e, principalmente, no time titular. Com paciência e confiança, ele foi encontrando os caminhos para o gol e hoje vem sendo peça decisiva nas vitórias recentes do Alvinegro. O mesmo pode acontecer com Camilo, que já mostrou ter capacidade de ajudar e muito o time.

Negociá-lo no momento em que os meias Marcos Vinicius e Leo Valencia chegam a General Severiano pode ser prematuro, já que não há a certeza de que esses atletas vão corresponder. O Fogão precisa de mais um atacante, isso é óbvio, mas isso não significa que deva abrir mão de seu camisa 10 para isso.

Fonte: Torcedores.com