O Botafogo viu na última quarta-feira o então diretor de futebol Anderson Barros se desligar do clube para assumir o cargo semelhante no rival Palmeiras. Agora, o time carioca vai ao mercado e corre atrás de um substituto. O FOXSports.com.br apurou com pessoas ligadas às negociações que três nomes foram oferecidos e são estudados pelo Alvinegro para a temporada 2020. Túlio Lustosa, Juliano Camargo e Erasmo Damiani são os candidatos.

Hoje diretor do Goiás, Tulio vestiu a camisa do Botafogo no passado e comandou a grande campanha do time goiano no Campeonato Brasileiro deste ano. Após um início ruim e a briga contra o rebaixamento, o Esmeraldino iniciou um processo de reação sob o comando de Ney Franco e chegou a brigar por uma vaga na Libertadores de 2020. O outro nome avaliado é Juliano Camargo, que faz trabalho sólido no Sampaio Corrêa e liderou a subida do time da Série C para a B.

Erasmo Damiani tem experiência nas categorias de base e faz um trabalho interessante à frente da base do Internacional. O dirigente passou também por clubes como Palmeiras e CRB. Todos os nomes estão sendo avaliados pela cúpula de futebol do Botafogo. O clube contará com um comitê de gestão para a próxima temporada. Nomes fortes do clube como Carlos Augusto Montenegro, ex-presidente.

A ideia do Botafogo é evitar ao máximo o excesso de gastos para 2020. A manutenção de Alberto Valentim está decidida, e a folha salarial do clube para o próximo ano está cotada em R$ 1 milhão. A diretoria luta neste momento para manter nomes importantes do elenco como o zagueiro Gabriel, que pertence ao Atlético-MG. Diego Souza e Cícero, medalhões e que ganham salários altos, não devem permanecer no clube.

Fonte: Fox Sports