Site: gol de Aloísio impedido e Rogério Ceni ‘sonda’ Jefferson, possível sucessor

Compartilhe:

Rogério Ceni foi o alvo dos holofotes antes, durante e depois do empate em 1 a 1 entre São Paulo e Botafogo, neste domingo, no Morumbi, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. O goleiro chegou a 1.117 partidas pelo Tricolor, batendo um recorde que pertencia a Pelé, o de jogos por um mesmo clube. Na saída do gramado, o capitão tricolor passou quase um minuto conversando com Jefferson, que teve nome especulado como seu possível sucessor.

m1to

Mesmo com chuva, foi bonita a festa armada para Rogério Ceni, por conta do recorde de 1.117 partidas com a camisa do São Paulo. Teve papel picado, fogos de artifício, troféu e camisas especiais – enquanto o goleiro jogou com a 10, seus colegas de time entraram todos em campo com a 01. 

bom senso fc

Como o gramado do Morumbi estava molhado pela chuva, os jogadores demonstraram… bom senso e não se sentaram durante a manifestação do Bom Senso FC, como nas outras partidas da rodada. Ajoelhados, ficaram em silêncio e demonstraram irritação com a CBF na demora para que suas reivindicações sejam aceitas.

A VOLTA DA VOADORA

Recuperado de lesão, Aloísio passou em branco contra a Ponte Preta, mas deixou sua marca diante do Botafogo. Logo aos 3 minutos, mostrou oportunismo e completou um cruzamento na área para abrir o placar e sair comemorando com a sua tradicional voadora na bandeirinha de escanteio. Detalhe: ele estava em posição de impedimento.

cr7 genérico

O show de Cristiano Ronaldo na vitória por 3 a 2 sobre a Suécia esteve entre os assuntos mais comentados na semana passada. Num dos gols, o português mostrou toda sua marra (justificada pela sua qualidade, claro) e avisou aos suecos: “Eu estou aqui”. Elias, do Botafogo, resolveu se inspirar no CR7. Após seu golzinho suado, em sobra de bola na área tricolor, correu para a torcida do Bota e repetiu o gesto: “Eu estou aqui”.

quase golaço

Paulo Henrique Ganso protagonizou o “quase gol” mais bonito da rodada e, provavelmente, do Campeonato Brasileiro. Aos 9 minutos do segundo tempo, recebeu na ponta direita e, encurralado por dois marcadores, passou a bola por entre as pernas de um. Na sequência, diante do avanço de Jefferson, deu um leve toque para encobrir o goleiro. A bola beijou o poste oposto e voltou rolando sobre a linha, até ser mandada para longe por um zagueiro do Botafogo.

ao pé do ouvido

Logo após o apito final, Jefferson foi em direção a Rogério Ceni. Os dois conversaram por quase um minuto – o goleiro do Botafogo falando, o do São Paulo ouvindo. Será que falavam sobre as notícias que envolvem uma suposta sondagem do Tricolor ao camisa 1 do time carioca?



Fonte: Globoesporte.com
Comentários