Sormani diz que Santos amassou o Botafogo: ‘4 a 0 não seria exagero’

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Fábio Sormani, do Fox Sports, analisou Botafogo 0 x 0 Santos
Reprodução/Fox Sports

O jogo de domingo pelo Campeonato Brasileiro acabou 0 a 0, sem gols, bolas na trave ou grandes oportunidades claras. Mas, na visão do comentarista Fábio Sormani, do Fox Sports, o Santos “amassou o Botafogo” e “4 a 0” no placar não seria exagero.

Foi o que afirmou o jornalista no programa “A Última Palavra”, do Fox Sports, no domingo.

– Vi o Santos muito melhor que o Botafogo, dominou o jogo praticamente todo. Chamou a atenção o Marcelo Benevenuto dizer que o Botafogo não venceu por detalhes. Ele estava no jogo de corpo, e a alma a cabeça estavam onde? Esse é o grande problema do futebol brasileiro, falta de entendimento do jogador, não sabe o que está acontecendo em campo. Vai para a Europa, bate e volta. Como pode após o jogo dar uma declaração dessas? O Santos massacrou, se acabasse 4 a 0 não seria exagero nenhum. Esbarrou na falta de qualidade dos atacantes na hora de colocar a bola no gol. O Santos deixou escapar dois pontos, porque é muito melhor que o Botafogo, que estava desfalcado e é fraco – opinou Sormani.

Caio Alexandre ou Caio Henrique?

Fábio Sormani criticou ainda a arbitragem de José Mendonça da Silva Junior (PR) pelo lance em que expulsou Caio Alexandre, voltou atrás após rever no VAR e aplicou cartão amarelo. O comentarista, porém, chamou o volante de “Caio Henrique, do Grêmio“.

– Esse árbitro expulsou o Caio Henrique (sic), jogador do Grêmio, estava a três metros do lance. Acabou, o VAR não precisa chamar, tem que respeitar a interpretação de campo. Se fosse a dez metros dele, jogada confusa, cheia de jogador na frente, OK. Não tinha ninguém na frente dele, estava a dois metros do lance. Tem que respeitar o que o árbitro decidiu. Como que o VAR quer apitar esse lance? Um absurdo, um crime contra a arbitragem. O árbitro deveria falar que viu o lance – bradou Sormani.

Mais sensato e consciente, o ex-jogador Edmundo analisou de outra forma.

– Acho que o árbitro deveria ter mais autonomia. Não era expulsão, era para cartão amarelo, chegada forte, mas não maldosa. Eu sou sempre contra o VAR, porque acho que o árbitro deve ter mais autoridade e personalidade, mas desta vez evitou que cometesse erro. A falta não foi para cartão vermelho. Abre precedente, mas neste caso corrigiu um erro, na minha modesta opinião – disse Edmundo.

Veja o vídeo do Fox Sports:

Fonte: Redação FogãoNET e Fox Sports

Notícias relacionadas