Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

X

Escudo Botafogo
BOT

Carioca

02/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

0

X

0

Escudo Nova Iguaçu
NOV

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

4

X

0

Escudo Macaé
MAC

Sub-20: já na segunda fase, nova geração de juniores do Bota tenta o bi brasileiro

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

O Botafogo empatou com o Internacional, nesta quinta-feira, em 1 a 1, e se classificou à segunda fase do Campeonato Brasileiro Sub-20. Assim, o time avança na competição e chega mais perto do segundo título seguido na competição. A próxima fase começa no dia 16 de agosto. Desta vez, porém, a equipe é praticamente outra na busca do bi.

Em 20 de setembro do ano passado, a final contra o Corinthians consagrou uma equipe equilibrada, e com muitos nomes que se tornariam profissionais pouco depois. Muitos já são conhecidos da torcida do Glorioso.

Diego, Marcinho, Marcelo, Kanu e Victor Lindenberg; Bochecha e Matheus Fernandes; Pachu, Alison e Yuri; Renan Gorne. Esta foi a equipe que, comandada por Eduardo Barroca, começou jogando aquele jogo. Destes, Marcinho, Marcelo, Bochecha, Matheus, Pachu e Gorne foram promovidos.

O último está emprestado ao North Carolina (EUA), Marcinho se recupera de lesão e Yuri já esteve emprestado e voltou. Diego já treinou com os profissionais, assim como Kanu; Victor estreou pelos profissionais no último sábado, contra o São Paulo. Pachu jogou contra o Grêmio, no fim de 2016.

Enfim, a base alvinegra vem sendo bastante utilizada. Sonho atual de Diego, Fernando, Kanu, Helerson e Victor Lindenberg; Wenderson, Rickson e Jordan; Alison (Lucas Campos), Ezequiel (Marcão) e Igor Cássio (Amílcar). Estes atuaram contra o Internacional, nesta quinta.

Fernando vem treinando entre os profissionais, assim como Wenderson (que já estreou no time principal), Ezequiel e Igor Cássio. Assim como Victor, eles se juntaram ao grupo que precisava do resultado contra o Colorado. Matheus Cabral, goleiro reserva do sub-20, também já treinou no time de cima.

– Já treinei com Jefferson, Sidão… recentemente, tive o prazer de treinar e conhecer o Gatito. Isso só tem a acrescentar na minha vida profissional – celebra jovem.

Notícias relacionadas
Comentários