Dominado pelo Avaí em grande parte do segundo tempo, o Botafogo arrancou empate no último lance do jogo. Os milagres executados por Gatito Fernandes e o gol salvador de Marcos Vinícius impediram a derrota. Auxiliar de Jair Ventura, Emilio Faro foi quem comandou o time por conta da suspensão do treinador. Ele identificou um componente um tanto quando inusitado para explicar rendimento ruim.

Segundo ele, o tradicional vento de Florianópolis contribuiu para que o Botafogo não tivesse um bom desempenho na Ressacada.

“Foi um jogo com dois tempos bem distintos, um para quem jogo a favor do vento e o outro não. Eles conhecem muito o mando de campo deles. Não fizemos um bom segundo tempo”, disse Emilio Faro.

“O que valeu foi a competitividade da equipe e acreditar o tempo todo que dava para chegar a um resultado que não era vitória, mas levando um ponto ao Rio. Um ponto valiosíssimo”, completou o auxiliar do Botafogo.

Apesar de heroico, o resultado não foi bom para o Botafogo, que chegou aos 44 pontos, mas poderá ser ultrapassado pelo Flamengo nesta quinta-feira – recebe o Bahia, no Rio de Janeiro. O Alvinegro volta a campo na segunda, quando receberá o Corinthians, no Nilton Santos.

Fonte: UOL