A vitória do Botafogo sobre o Atlético-MG levou o Botafogo à fase semifinal da Copa do Brasil após nove anos (2008, contra o Corinthians). No olhar mais curto e para frente, faz o Glorioso seguir vivo, no mês de agosto que bate à porta, em três competições. Mas o sucesso na temporada até aqui tem o outro lado. Vai exigir mais do elenco alvinegro.

Jair Ventura vai comandar o Glorioso em oito jogos em quatro semanas. Dentre tais partidas, o jogo de volta contra o Nacional (Uruguai), pelas oitavas de final da Copa Libertadores, no dia 10, e os duelos contra o Flamengo pelo mata-mata nacional, nos próximos dias 16 e 23. E ainda há os confrontos pelo Campeonato Brasileiro.

Tempo para treinar ou descansar? O dilema vai continuar. Que ninguém se surpreenda com meio time de reservas contra o Cruzeiro (6/8), Grêmio (13/8) e Ponte Preta (20/8). O próprio treinador admite. E a maratona já começa neste sábado, contra o São Paulo.

– Temos que fazer (poupar), temos os indicadores. Não posso correr riscos. Luis Ricardo tinha chance de lesão (contra o Galo). Acredito muito na fisiologia. Vamos ter que poupar. A gente abre um pouco mão do Brasileiro, fico triste, mas é humano. Ninguém consegue jogar em alta intensidade sempre. Vamos ter que poupar em alguns momentos – afirmou o treinador.

Próximos jogos do Botafogo: 
29/7 – Botafogo x São Paulo – Nilton Santos
2/8 – Botafogo x Palmeiras – Nilton Santos
6/8 – Cruzeiro x Botafogo – Mineirão
10/8 – Botafogo x Nacional – Nilton Santos
13/8 – Botafogo x Grêmio – Nilton Santos
16/8 – Botafogo x Flamengo (ou o contrário, ordem ainda a ser definida)
20/8 – Ponte Preta x Botafogo – Moisés Lucarelli
23/8 – Flamengo x Botafogo (ou o contrário, ordem ainda a ser definida)
27/8 – Bahia x Botafogo – Fonte Nova

Fonte: Terra