O técnico Jair Ventura afirmou, em entrevista coletiva nesta quarta-feira, que não esperava a saída de Camilo do Botafogo, e que era contra a transação, mas que ela ocorreu por opção do jogador. Além disso, ele negou que tenha ficado qualquer problema na relação dos dois depois que o meia reclamou por jogar fora de posição e deixou um treinamento.

– Eu fui pego de surpresa com a saída dele. Fui contra, e ele é importante para nós. Mas foi uma decisão dele, e não do clube. Não queria que o Camilo saísse, mas com essa opção dele nós temos que nos reinventar. – disse o técnico antes de continuar:

– Comigo, a relação não piorou. Sou muito grato a ele e não tenho um ‘ai’ para falar. No meu coração só cabem coisas boas, e eu desejo tudo de melhor para o Camilo – afirmou Jair Ventura.

Jair não quis falar sobre o atacante Brenner, do Inter, que chega por empréstimo ao Botafogo em troca de Camilo.

– Ainda não está oficializado. Quase falei do Ríos e ele foi pro Vasco (risos). Deixa o Brenner chegar e aí eu falo – comentou.

O treinador também não quis lamentar as saídas, e preferiu olhar para frente:

– É a vida do treinador, muito dinâmica. Isso ocorre em todos os clubes. É bola para frente, saber que eles foram importantes. Sinto muita gratidão por eles, mas precisamos continuar nossa vida, fazer nosso melhor, encontrar uma nova forma de jogar sem esses atletas.

Fonte: Extra Online