O Botafogo está 100% no Campeonato Carioca, mas ainda longe do ideal, algo natural para começo de temporada, sobretudo para um time reformulado, com muitas peças novas. É preciso ter paciência até alcançar a química perfeita, argumenta Ricardo Gomes.

“Já falei isso e vou repetir em relação ao trabalho. São muitos jogadores chegando e leva um tempo para criar uma química. É preciso muita concentração e paciência. Espero que isso aconteça o mais rapidamente possível. O que nós pensamos no futebol é que precisa de qualidade e entrosamento. Isso vai demorar um tempo”, declarou o técnico, nesta terça-feira.

O Botafogo terá um teste de fogo nesta quarta-feira: encara o Fluminense, às 21h45, no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo.

“O Fluminense eu conheço bem. Tem o Fred, o Diego Souza, que trabalhou por muito tempo comigo no Vasco… São bons jogadores, uma força ofensiva importante. Vamos brigar para corresponder e que nossa defesa seja vitoriosa neste confronto”, analisou Ricardo Gomes.

O técnico não divulgou qual será o time do Botafogo. A confirmação é que Joel Carli entra na vaga de Renan Fonseca, preservado. Sobre Neilton, que voltou ao time fazendo gol, ainda não é hora de ser titular.

“A importância é a qualidade. O Neilton nos ajudou no ano passado e o perdemos durante vinte dias no começo do trabalho. Agora está muito melhor. Ainda não defini a equipe, mas acho cedo para ele começar jogando”, encerrou Ricardo Gomes.

Com 100% de aproveitamento, o Botafogo lidera o Grupo B do Campeonato Carioca.

Fonte: O Dia Online