Depois de quase dois anos interditado, o Engenhão voltou a ser utilizado em 2015. Neste ano, o estádio passou a ser chamado pelos torcedores do Botafogo de Nilton Santos, em homenagem a um dos maiores ídolos da história do clube. Após o fim da partida, o lateral-esquerdo Carleto afirmou que os jogadores alvinegros jogam pela memória do Enciclopédia, morto em 2013.

“Acho que olhar para o lado e ver nosso companheiro dando a vida no gramado, ver eles correndo nos motiva. Pênalti é curtinho, dá para bater. Meu parabéns especial é para o nosso goleiro. Além de ter um ídolo como titular, ele mostrou qualidade de baixo da trave e com os pés também. Não ganhamos nada ainda, mas tudo que estamos fazendo é por ele (Nilton Santos). Quando jogamos aqui (no estádio Nilton Santos), a gente sente a energia dele”, afirmou.

Na decisão do Estadual, o Glorioso vai poder jogar por dois empates. O adversário do Alvinegro sai da disputa em Flamengo e Vasco, que se enfrentam neste domingo. O Rubro-Negro avança se empatar.

Fonte: O Dia Online