Um dos maiores nomes recentes da base do Botafogo e titular da Seleção Brasileira Sub-17, o atacante Matheus Nascimento completou 16 anos no último mês de março e já poderia ter assinado o contrato profissional com o clube – atualmente ele tem apenas o contrato de formação. No entanto, a pandemia do novo coronavírus provocou um certo atraso, nada que preocupe Tiano Gomes, gerente da base.

Máscaras do FogãoNET para torcedores do FogãoNET durante a quarentena da pandemia do novo coronavírus (COVID-19)

– Estamos conversando desde antes de ele fazer aniversário. A conversa é direta com pai e mãe, não tem intermediário, não tem nada, conversamos muito abertamente. Eu o comparo com outras exceções que temos no futebol. Tem que valorizar, mas as coisas vão ser conquistadas aos poucos. As chances (de assinar o contrato) são gigantes – explicou Tiano ao Canal do TF, acrescentando:

– As coisas vêm caminhando com tranquilidade para serem resolvidas o quanto antes. A pandemia deu uma freada sim, não podemos mais nos encontrar, o que é importante. Mas é uma conversa de altíssimo nível, a família sempre confiou no Botafogo e estamos aguardando pequenas coisas para finalizar esse contrato profissional com o Botafogo. O mais cedo possível vamos dar essa grande notícia para a torcida do Botafogo.

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo

Objetivo é jogar no profissional do Botafogo

Matheus Nascimento já tem despertado há alguns anos a atenção da torcida e pode sentir o carinho dos alvinegros de perto ao participar da apresentação de Honda no Estádio Nilton Santos, quando houve um amistoso da equipe sub-17 alvinegra contra o Boavista na preliminar. Tiano contou que o atacante tem o sonho de jogar no time principal do Glorioso, mas o fato de ele ser um extra-série pode acabar gerando uma saída precoce no futuro.

– O sonho dele é jogar pela equipe profissional do Botafogo. Ele falou isso, esteve na apresentação do Honda, jogou, a torcida gritou o nome dele. Com a exceção que ele é, sabemos que é difícil, depois que assinar o contrato profissional, e se continuar nessa evolução toda, não sabemos o que pode acontecer. Sonho dele e do clube é jogar uma, duas, três temporadas, com o Botafogo podendo estar melhor organizado para fazer um plano de carreira melhor – finalizou Tiano.

Fonte: Redação FogãoNET e Canal do TF