Tite volta a criticar gramado do Estádio Nilton Santos, do Botafogo, após vitória do Brasil: ‘Muito ruim. Inadmissível’

87 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Tite em Brasil x Colômbia no Estádio Nilton Santos | Copa América 2021
Vítor Silva/Botafogo

Após dizer que o gramado do Estádio Nilton Santos “não era bom” para receber Brasil x Colômbia na noite desta quarta-feira (24/6) pela Copa América, o técnico Tite voltou a criticar as condições do campo do Botafogo, mas desta vez usou um tom mais rígido.

Na entrevista coletiva à imprensa após a vitória de virada da Seleção Brasileira por 2 a 1, o treinador disse que é “inadmissível” jogadores de alto nível atuarem nas condições ruins apresentadas pela casa alvinegra, uma das sedes escolhidas pela Conmebol para a competição internacional.

– Temos que entender o jogo dentro de um contexto. Um campo que não vou chamar de horrível, mas muito ruim para se jogar futebol, prejudica todo o espetáculo. Quem quer criar não consegue. Foi muito rápido o tempo de fazer isso e não dá. É inadmissível atletas de duas equipes de alto nível, que jogam na Europa com tamanha qualidade de gramado e espetáculo melhor, maior, virem jogar num campo nessas condições – disse Tite.

– A bola fica picotada, nervosa. A fluência das jogadas fica toda prejudicada. Em vez de dar um tempo, você dá dois, três na jogada. Se pegar todos os atletas do Brasil e pedirem para eles fazerem um comentário sobre isso, eles vão falar quase que a mesma coisa que estou falando. Se a gente quer um grande espetáculo, temos que dar as condições. Ficou muito prejudicado. É um dos aspectos que quero deixar bem marcado – reclamou o técnico do Brasil.

Mochilas, bolsas e carteiras da coleção FogãoNET da Estilo Piti

Além de Tite, Neymar e Messi, camisas 10 das seleções de Brasil e Argentina, respectivamente, também criticaram publicamente o gramado do Nilton Santos nos últimos dias.

Notícias relacionadas