Em 24 partidas pelo Botafogo em 2013, a maioria deles entrando no segundo tempo, o atacante Henrique não marcou nenhum gol. Mesmo assim, para 2014, a diretoria alvinegra decidiu dar nova oportunidade ao jogador, por quem recusou uma proposta de empréstimo do Real Madrid B. Para a esteia do time no Campeonato Carioca, sábado, às 19h30, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o jogador terá a primeira oportunidade para iniciar uma nova trajetória no clube. Segundo ele, assim que conseguir o seu primeiro tento, as coisas vão melhorar.

– Tive a oportunidade de fazer alguns jogos no ano passado, mas acho que este ano será bem melhor. Comecei 2013 como titular, mas os gols faltaram. A partir do momento em que você faz o primeiro, os outros saem e você fica mais tranquilo. Tenho confiança no meu trabalho, isso é uma fase. Todos passam por isso. O que me falta é ritmo. Não basta só entrar cinco minutos nos jogos, é preciso ter uma sequência grande – opinou Henrique, em entrevista coletiva, nesta quinta-feira, em Saquarema, onde o time realizou a pré-temporada.

Para Henrique, a situação dele é parecida com a de Rafael Marques, que ao chegar ao Botafogo, em 2012, demorou 20 jogos para fazer o primeiro gol. Assim como o companheiro, que em 2013 foi o artilheiro do time no ano, o atacante diz ter a confiança de todos para se superar e mostrar o futebol que fez a diretoria do Botafogo contratá-lo.

– Nos treinamentos já dava para perceber a qualidade do Rafael Marques, mas as coisas não estavam acontecendo nos jogos. Ele tinha a confiança de todo o grupo, e o mesmo acontece comigo. O Carioca vai servir para isso. Só erra quem tenta, estou bem tranquilo. Fiz gols por onde passei, e este ano não será diferente no Botafogo – afirmou, afirmando não temer a concorrência de outros jogadores que estão sendo contratados por um lugar no time:

– Quanto mais atacantes, melhor. Aumenta a competitividade e a vontade de jogar.

Como terá duas equipes – uma para a disputa do Campeonato Carioca e outra para a Copa Libertadores -, Henrique deverá ser o titular do ataque na competição estadual. O argentino Ferreyra, Sassá, Elias, que deve permanecer no clube depois de longa negociação, Rafael Marques e Yguinho são outras opções para o ataque. Outro jogador para o setor tem sido tentado para reforçar o elenco. O uruguaio Forlán é o nome preferido da diretoria e o paraguaio Zeballos também negocia com o Glorioso.

Fonte: Lancenet!