Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

22/05/21 às 15:05 - São Januário

Escudo Vasco
VAS

X

Escudo Botafogo
BOT

Taça Rio

16/05/21 às 11:05 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Vasco
VAS

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

0

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Torcedor conta detalhes da conversa com Victor Luis e Agostini em protesto de organizada do Botafogo

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Protesto da torcida do Botafogo no Estádio Nilton Santos

A terça-feira do Botafogo foi marcada por um protesto da organizada Fúria Jovem no Estádio Nilton Santos, na antevéspera do importantíssimo jogo contra o Vasco pela Copa do Brasil. Com faixas cobrando mais empenho, os torcedores chegaram a conversar com o lateral-esquerdo Victor Luis e foram ouvidos pelo vice de futebol Marco Agostini.

Um dos presentes ao protesto, o torcedor Jorge Luiz revelou detalhes do ocorrido em entrevista ao canal “Botafogo Nela”, no Youtube. Ele afirmou que Victor Luis foi muito receptivo aos torcedores e deixou claro que as cobranças – que foram feitas em tom pacífico – eram válidas.

O Victor deixou claro que o protesto era válido, que os jogadores também não estão satisfeitos. Falou que empenho não está faltando e que não veio a passeio para o Rio de Janeiro, que não está satisfeito com certas atitudes que estão acontecendo dentro do elenco. Falou também para a gente que tem coisas que têm de ser cobradas à diretoria. E nós vamos cobrar – afirmou Jorge Luiz.

Depois de mais de três horas, três representantes da Fúria Jovem foram liberados para entrar no Estádio Nilton Santos e conversar com a diretoria. Marco Agostini, vice-presidente de futebol, apareceu na grade e também ouviu os torcedores.

– Conversamos com o vice-presidente de futebol, ele expôs que estão focados, que empenho não está faltando aos jogadores, mas que a sorte não está do nosso lado. Falamos que nem sempre temos que contar com a sorte. Estávamos lá para deixar claro que, não havendo resultados, vamos estar lá cobrando – completou.

Os protestos tiveram como principais alvos o técnico Paulo Autuori e os jogadores Barrandeguy e Pedro Raul, mas os dirigentes também não deixaram de ser cobrados. Os atrasos salariais foram tema, e até mesmo a verborragia de Carlos Augusto Montenegro, membro do Comitê Gestor, foi lembrada.

Um ponto no qual tocamos muito é que é inadmissível um diretor do clube gravar um áudio dizendo que somos fregueses de um rival. Isso não tem condições. Por mais que ele tenha um lado torcedor, ele nunca pode gravar um áudio desse e colocar num grupo. Não é possível, tudo que ele fala vaza. Acho até que ele faz de propósito – disse Jorge Luiz.

Confira no vídeo do canal “Botafogo Nela”:

Veja vídeo do protesto dos torcedores do Botafogo no Nilton Santos e inscreva-se no canal do FogãoNET:

Fonte: Redação FogãoNET e Canal Botafogo Nela

Notícias relacionadas
Comentários