Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Túlio cita erro do juiz, mas também aponta ‘ingenuidade’ de Kevin em derrota do Botafogo

15 comentários

Compartilhe

Kevin em Internacional x Botafogo | Campeonato Brasileiro 2020
Reprodução/Premiere

Em entrevista ao programa “Os Donos da Bola”, da Band, nesta quarta-feira, Túlio Lustosa, gerente de futebol do Botafogo, abordou o tema Kevin. O lateral-direito alvinegro foi o protagonista de um lance para lá de bizarro que determinou a derrota para o Internacional no último sábado, em Porto Alegre.

Numa falta no campo de defesa, Kevin acabou rolando a bola para trás para outro companheiro bater, mas o atacante colorado Yuri Alberto foi mais esperto e mandou para o gol. O árbitro Caio Max estava de costas para o lance, foi chamado pelo VAR e, após rever as imagens, acabou validando o gol, o da virada por 2 a 1 em cima do Botafogo.

– O Kevin estava arrasado após a partida, no vestiário. Ele teve a percepção de que teve ingenuidade, mas o toque foi totalmente displicente, não foi reiniciando a partida. Deu margem para um árbitro que não vinha bem na partida. Tem que cuidar para o árbitro não nos prejudicar. Ele poderia ter tido a interpretação correta do lance, atleta não reiniciou o jogo e a bola estava fora do local de cobrança – afirmou Túlio.

O erro do árbitro Caio Max (RN) não tira a culpa de Kevin, segundo Túlio. Para o dirigente, o lateral alvinegro foi ingênuo.

– Em momento algum o Kevin reiniciou a partida. Teve ingenuidade, mas toca a bola e vira de costas. Quem reinicia a partida para jogar não tem essa atitude. Isso não o isenta de culpa, foi muito ingênuo, jogador de futebol profissional não pode ter esse tipo de ingenuidade – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e Band

Comentários