A volta de Ricardo Gomes ao futebol após quatro anos do AVC (Acidente Vascular Cerebral) sofrido enquanto trabalhava no Vasco não poderia ter sido melhor. O treinador conduziu o Botafogo a um acesso para a elite do Campeonato Brasileiro com três rodadas de antecipação. Na noite desta terça-feira, a equipe derrotou o Luverdense em Lucas do Rio Verde-MT e garantiu a vaga.

O AVC de Ricardo Gomes em meio a um Vasco e Flamengo pelo Campeonato Brasileiro de 2011, no Estádio Nilton Santos, gerou preocupações sobre a sequência de sua carreira como técnico. Ele ainda trabalhou como diretor de futebol no Vasco em 2013, mas as sequelas ainda dificultaram sua readaptação ao ambiente profissional, na ocasião.

“Fiquei fora do futebol por quatro anos, isso tem um preço. O Botafogo fez uma aposta, tenho deficiências ainda. Agradeço essa aposta. Tinha ainda algumas dúvidas porque não foi algo corriqueiro, então agradeço”, disse Ricardo Gomes após a partida.

Ao todo, Ricardo Gomes comandou o Botafogo por 20 jogos até aqui, com 12 vitórias. A sequência foi fundamental para o acesso, já que o time derrapava quando René Simões foi demitido. Na ocasião, a competição ainda estava na sua 12ª rodada e o Alvinegro mostrava desempenho irregular em campo.

Além do sucesso dentro de campo, o treinador mostrou fora dele que está com poucas sequelas do AVC que o afastou do trabalho em 2011. Ricardo Gomes mostrou naturalidade no comando da equipe, sem qualquer maior dificuldade causada pelo problema de saúde.

O único problema de saúde que ainda prejudica a rotina do ex-zagueiro como treinador uma lesão no joelho da qual foi operado recentemente. Ricardo caminha com um pouco de dificuldade, o que inclusive leva alguns desavisados a pensarem que se trata de uma sequela do AVC.

Com o sucesso, Ricardo Gomes deve ter sua permanência no cargo confirmada em breve pelo Botafogo. Diretoria e treinador já iniciaram conversas sobre uma renovação e estão próximos de um acerto para que ele continue comandando o time em 2016, na volta à Série A.

Fonte: BOL