O Botafogo perdeu para o Atlético-PR por 2 a 0, neste domingo, e viu a pressão aumentar ainda mais no Campeonato Brasileiro. Apesar do resultado ruim fora de casa, Vagner Mancini evitou reclamações e só citou falta de sorte. O treinador alvinegro lembrou boa atuação do Botafogo – com posse de bola e domínio territorial – e fez uma única ressalva: a dificuldade nas finalizações.

Em busca do resultado, o Botafogo teve domínio no início e no final da partida. Sem a inspiração de Emerson Sheik, a equipe pecou nos chutes durante os momentos em que esteve no comando do jogo. Esse foi o problema apontado por Mancini no duelo disputado na Arena da Baixada.

“Não está faltando jogar bem e estar bem armado. Está faltando uma execução melhor na hora de colocar a bola para dentro”, ressaltou o técnico.

O Botafogo está na 16ª colocação do Campeonato Brasileiro. Com 13 pontos, o Alvinegro tem a mesma campanha que Bahia e Flamengo. Um saldo de gols melhor que os adversários mantém o clube de General Severiano fora da zona de rebaixamento.

Em má fase, Mancini lamentou a falta de sorte da equipe. O Botafogo levou gols nos últimos lances do primeiro e do segundo tempo. Sheik e Zeballos, antes do 2 a 0 do Atlético-PR, tiveram a chance de garantir um empate.

“Sem dúvida que aquelas duas bolas teriam entrado se fosse outra fase. Mas temos que saber lidar com isso. Em um dos lances, a bola bateu em dois jogadores e caiu na mão do Weverton, que já estava caído. São coisas do futebol, por isso que apaixonante. No nosso caso saímos chateados porque vimos o time com chances reais de empatar ou até virar o jogo”, finalizou Mancini.

Fonte: UOL