O técnico Vagner Mancini não escondeu a frustração com mais uma derrota do Botafogo no Campeonato Brasileiro – a 17ª em 32 rodadas. E para o comandante alvinegro, o começo fulminante do Cruzeiro e os erros individuais de sua defesa nos gols sofridos aos 4 e aos 15 minutos determinaram o resultado negativo.

“Levar um a zero aos quatro minutos, depois o segundo gol, tem de alterar o plano de jogo. Você estuda o adversário a semana toda, pensando em uma solução, uma postura defensiva, que não sofresse risco, aí sofre o gol. Assim, as coisas tendem a ficar muito mais difíceis”, lamentou Mancini.

“O segundo gol foi um erro de passe nosso, o Egídio achou uma falta. Aí até arrumar a equipe leva um certo tempo. Além do abatimento natural, o emocional pesa, isso acabou só sendo acertado no intervalo e isso fez com que o Botafogo jogasse muito pouco no primeiro tempo. Sabíamos que seria um jogo muito difícil”, avaliou o treinador.

Com apenas 33 pontos em 32 jogos, Mancini sabe que a situação de seu time é cada vez mais delicada.

“Não está sendo fácil, não é difícil de entender, o Botafogo vive uma situação desesperadora porque tem de vencer as partidas e ao mesmo tempo superar uma série de problemas. Diariamente tem de superar alguma coisa para no fim de semana ter força para ir lá jogar. O momento é desconfortável, mas precisamos arranjar forças”, encerrou.

Fonte: UOL