O Botafogo realizou seu último treino antes da estreia na Copa Sul-Americana, nesta quinta-feira (12), contra o Audax Italiano-CHI, no Chile. Os alvinegros trabalharam no CT da Universidad de Chile. O técnico Alberto Valentim não deu indícios sobre a escalação da equipe, mas comemorou não ter que atuar no gramado sintético aonde o adversário normalmente manda seu jogos.

“Torcíamos para o jogo ocorrer no gramado natural, porque não temos o hábito nem de jogar nem de treinar no campo sintético”, disse. Mesmo longe de sua casa habitual, Valentim espera que o Audax Italiano parta para cima do Botafogo no inicio da partida.

“Os primeiros 20 minutos vão ser de pressão deles, vão procurar jogar no nosso campo. Temos que ficar atentos à nossa saída de bola para jogarmos no campo deles. É um time que marca forte, procuram usar bolas longas buscando a velocidade dos atacantes. Temos que ficar atentos para não haver surpresa”, declarou.

O Audax Italiano é o lanterna do Campeonato Chileno, mas para Valentim a fraca campanha no nacional não é razão para colocar o Botafogo como favorito no confronto.

“Não sei se é assim e se temos toda essa responsabilidade. Eles podem usar o Chileno para dar o Botafogo como favorito. No mata-mata, você tem que ficar atento. Minutos podem mudar o jogo e dar uma boa vantagem”, concluiu.

Para esta partida, Valentim não terá o lateral esquerdo Moisés e o meia Luiz Fernando, lesionados. No entanto, a esperança é o meia Leo Valencia, chileno que conhece bem o adversário.

Fonte: ESPN.com.br