No final da derrota para o Cruzeiro no Mineirão, o técnico Alberto Valentim se desentendeu com Robertinho, preparador de goleiros do adversário, e os dois só não se agrediram por causa da intervenção de terceiros, mas na entrevista coletiva, o técnico alvinegro se recusou a comentar o assunto e disse que só iria falar da partida.

Valentim disse que o resultado mais justo seria o empate, embora reconheça que o Cruzeiro finalizou mais do que a sua equipe. “Acho que foi um jogo equilibrado e perdemos na bola aérea. A gente teve essa jogada também, mas não aproveitou”.

O treinador alvinegro explicou a entrada de Luiz Fernando no intervalo. Ele disse que o atacante ainda não está em plena forma física depois da lesão que o tirou da equipe e ainda não pode ficar 90 minutos em campo. “Optei por colocá-lo no banco para ir ganhando esses minutos aos poucos”.

Alberto Valentim elogiou a qualidade individual da equipe do Cruzeiro e disse que evitou fazer a marcação por pressão por causa dissso. Ele reconheceu que o time caiu de produção no segundo tempo e não conseguiu mais puxar os contra-ataques, que é a principal característica da sua equipe.

Para o técnico do Botafogo, Dedé poderia ter recebido uma marcação melhor no lance do gol. Ele disse que 50% dos gols sofridos por sua equipe em 2018 são de bola aérea. “A gente precisa melhorar não só na bola aérea, mas não posso culpar ninguém. Perdemos juntos”.

Fonte: Gazeta Esportiva