O Botafogo terá uma dura missão contra o Cruzeiro, domingo, no Mineirão, em partida válida pela 4ª rodada do Brasileirão. O adversário é qualificado, mas o Glorioso também e buscará manter a invencibilidade na competição. Em entrevista coletiva o treinador Alberto Valentim falou sobre a partida e o que espera da equipe pelo resultado positivo.

– O Cruzeiro é um time muito forte. Nos últimos jogos mostrou a força que tem no elenco, o ótimo treinador que tem. Um time de muita qualidade, que está entre os três primeiros em força de elenco e temos que fazer mais um jogo quase perfeito nas duas fases do jogo, tanto ofensiva quanto defensiva. O Botafogo tem enfrentado grandes equipes de igual para igual e essa semana cheia de treinos serviu para isso. Vamos com tudo para essa partida – disse Valentim.

Confira os demais trechos da entrevista coletiva do treinador Alberto Valentim:

CRESCENTE CONSTANTE

– O campeonato é muito equilibrado. Hoje enfrentamos um forte e enfrentaremos outro na sequência. O que tenho cobrado muito do elenco do Botafogo é que nós continuemos a crescer para jogar de igual para igual com os adversários. Precisamos sempre estar nessa evolucão para batermos de frente com essas equipes que brigarão pelo título.

AGUIRRE

– Vamos avaliar, mas com cuidado. O Aguirre vem treinando forte, os nossos treinos são fortes. Não o levamos por conta da questão física, para que fique no nível dos outros. Não quero enganar ninguém e talvez ele não vá para esse jogo. Fica também para ter essa semana cheia de treinamentos e uma preparação ainda melhor.

LUIZ FERNANDO

– Logicamente não vou falar quem vai começar. O Luiz Fernando ainda está voltando, ficou vinte e três dias sem treinar conosco. Ainda não tenho todos, isso tem me tirado algumas horas de sono, mas é bom também para conhecer ainda mais o elenco.

TRABALHO E GRATIDÃO AO ELENCO

– Vivo muito o presente e quando me perguntaram o que o torcedor poderia esperar de mim eu disse muito trabalho e uma equipe muito aguerrida. Mas tudo isso só foi possível por causa dos jogadores. Posso fazer um trabalho bonitinho e cobrar, mas não adianta se não abraçarem a causa. Temos que continuar fortes, estamos ainda no começo do trabalho. Não pode ser da boca para fora, tem que ser de verdade.

RACHÃO

– O rachão só é dado pela maioria dos treinadores quando se tem uma semana cheia. Uso mais para “curar” o que treinamos. Nossas atividades tem sido tão fortes que muitas vezes os próprios jogadores não querem mais e preferem pensar no jogo. Isso é uma cultura que vem se perdendo no Brasil com jogos quarta e domingo.

CONCENTRAÇÃO PARA ENFRENTAR O CRUZEIRO

– O Cruzeiro foi muito feliz nas primeiras idas ao ataque sobre o Vasco. Chama muita atenção e temos que ter o máximo de concentração nesse ataque que tem feito muitos gols. Vamos estudá-los muito bem para irmos fortes no Mineirão.

HORA DE CRIAR GORDURA

– Concordo e, principalmente, se duas equipes conseguirem dar um salto grande nesse início. O Corinthians é um exemplo disso, batendo recordes de invencibilidade. Tiveram uma queda no meio do campeonato, mas essa gordura fez com que se recuperassem e fossem campeões.

SASSÁ

– O Sassa é um grande jogador e agora com sequência está ajudando mais o Cruzeiro. Mas não é só ele, temos que tomar cuidado com todos.

MARCAÇÃO

– Não marcamos individualmente, mas sim com atenção redobrada em todos os jogadores. Nossa marcação é por zona.

PEDIDO PELO TREINADOR

– O João Pedro foi um pedido meu e chega para somar e qualificar o nosso elenco. Tomara que esteja disponível o mais rápido possível.

Fonte: Site oficial do Botafogo