Na entrevista coletiva após a derrota do Botafogo para o Athletico-PR por 1 a 0 neste domingo, na Arena da Baixada, o técnico Alberto Valentim lamentou que as substituições feitas no segundo tempo não tenham surtido o efeito esperado. Diego Souza e Rhuan entraram primeiro, e no final Marcos Vinicius foi chamado.

– Não achei que as substituções renderam muito, por causa dessa falta de jogo. Diego tentou algumas jogadas ali, põe qualidade no jogo, é um jogador que faz bem a função, Rhuan também tentou as jogadas, mas não conseguimos criar chances claras de gol mesmo com a entrada desses jogadores – disse Valentim.

O treinador alvinegro também falou sobre o cartão amarelo para Carli, no primeiro tempo – foi o terceiro dele na sequência, que o suspendeu para o próximo jogo, domingo, contra o Corinthians, no Estádio Nilton Santos.

– Até cheguei a falar com o quarto-árbitro. Ele é o nosso capitão, não acredito que ele tenha ofendido o Bráulio (Machado, árbitro), o capitão serve para isso também, é o representante dos jogadores para conversar com o árbitro. Achei excessivo, foi muito severo, ele simplesmente foi conversar – avaliou.