O técnico do Botafogo, Alberto Valentim, e o preparador de goleiros do Cruzeiro, Robertinho, chamaram a atenção após o apito final da partida deste domingo (06), no Mineirão, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, ao bater boca na beira do gramado e nos corredores do estádio. Em entrevista coletiva, o treinador alvinegro minimizou o episódio e pediu para não falar sobre o assunto.

“Não teve confusão. Não vinha me estranhando com ninguém não. Vamos falar sobre o jogo”, disse.

De acordo com o técnico Mano Menezes, a confusão aconteceu porque Alberto Valentim reclamava da arbitragem. O preparador de goleiros do Cruzeiro rebateu, e uma confusão deu início. Os dois tiveram uma discussão pesada e precisaram ser separados por membros das duas comissões técnicas.

Em campo, o Cruzeiro levou a melhor e venceu o jogo por 1 a 0. O gol foi marcado por Dedé, de cabeça, já no segundo tempo.

Fonte: Esporte Interativo