Foram apenas dois jogos, mas muita coisa mudou no Botafogo desde a semifinal da Taça Guanabara. A começar pela direção técnica. Após a derrota para o Flamengo, Felipe Conceição, então o treinador alvinegro, foi demitido. Chegou Alberto Valentim, com novas ideias, novas propostas de jogo e novos titulares. Da escalação que perdeu para os rubro-negros no Nilton Santos, mais da metade do time será diferente hoje, contra o Flamengo, às 17h, no Nilton Santos.

—Na minha primeira conversa com o grupo, eu avisei que tudo que já passou ficaria para trás. Desde então, tudo que fizemos nos jogos e nos treinamentos foi importante. Estamos crescendo e o jogadores estão mais confiantes — avaliou Valentim, que soma duas vitórias em dois jogos até aqui.

Os remanescentes são a dupla de zaga, Marcelo e Igor Rabello, os meias João Paulo e Valencia, e Rodrigo Pimpão. Todo o resto mudou. A começar pelo gol. Após o clássico contra o Flamengo, Jefferson começou a sentir dores no tornozelo direito e abriu espaço para Gatito.

Nas laterais, Arnaldo e Gilson deram lugar a Marcinho e a Moisés, que só chegou ao clube há duas semanas. Com Matheus Fernandes machucado, Rodrigo Lindoso, que durante a semana afirmou que “o Flamengo está engasgado”, vem atuando como primeiro voltante. No ataque, Valentim resolveu dar uma chance a Ezequiel e a Kieza, que vive bom momento, com três gols nos últimos três jogos. A sequência teve início justamente no jogo contra o Flamengo.

Fonte: Extra Online