Vice critica valor da venda de Luis Henrique e outras negociações: ‘Querem tratar Botafogo como padaria’

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Vice-presidente geral do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira (CEP) reage à coletiva sobre venda de Luis Henrique ao Olympique de Marselha
Reprodução/Instagram (@cep_1417)

Vice-presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira questionou no início da semana a falta de informações internas da própria diretoria sobre a venda de Luis Henrique para o Olympique de Marselha (FRA). Nesta quarta-feira, o Comitê Executivo de Futebol se manifestou, detalhou a transferência e criticou o dirigente.

O presidente Nelson Mufarrej e o ex-presidente Carlos Augusto Montenegro rebateram as críticas. No fim da noite, Carlos Eduardo Pereira voltou a usar seu perfil no Instagram para se posicionar. Ele considerou que Luis Henrique foi vendido “muito barato” (R$ 26 milhões por 35% do Botafogo, que mantém 5%) e questionou outras negociações.

– Apenas para registrar para aqueles que não assistiram à patética coletiva transmitida pela Botafogo TV, em resposta à minha notificação e cobrança, acho que o objetivo foi alcançado, de forma diversa da que eu desejava. Mas o importante é que não apenas a diretoria, mas a torcida ficou sabendo em linhas gerais como foi a negociação do Luis Henrique, algo que ninguém sabia como tinha sido realizado. O patético foi ver o presidente Mufarrej, um ex-presidente e um membro do comitê, na casa do membro do comitê, não na sede do Botafogo. Um deles (Montenegro) com bravatas, críticas pessoais, tentando desqualificar as condições de vice-presidente do Botafogo, querendo em resumo que se trate o Botafogo como uma padaria. Bastando que se faça anotações em um caderno e meia dúzia de amigos e compadres saiba o que está acontecendo. Não é assim que se dirige empresa. Ele sim é o grande amador, está desatualizado de como se deve dirigir empresa – declarou CEP.

– As outras informações mostram que Luis Henrique foi vendido muito barato. Quando esse ano foi dada alguma explicação para contratação ou negociação como essa? Alex Santana vocês sabem? Nenhum de nós. Bochecha? Foi entregue gratuitamente ao Juventude. Como foi feita essa negociação? Ninguém sabe. É esse tipo de prática que tem que acabar. É contra isso, agrade ou desagrade os poderosos, que se acham melhores que o Botafogo, que vou continuar lutando. Independentemente do que digam, se vão gostar ou não, podem ter certeza que vou continuar lutando contra isso – finalizou.

Veja o vídeo de Carlos Eduardo Pereira:

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas