A primeira vez a gente nunca esquece, como diria o ditado. Há pouco mais de três meses no Botafogo, Victor Rangel fez sua estreia como titular no último sábado, na derrota para o São Paulo. Em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira, no campo anexo do Estádio Nilton Santos, o atacante falou sobre a emoção de iniciar uma partida, apesar do resultado negativo.

– Me senti muito leve, à vontade, feliz de poder estar estreando diante do torcedor no Estádio Nilton Santos. É claro que poderia ter sido um pouquinho melhor, com uma vitória e quem sabe até ter feito um gol. O trabalho tem sido muito forte, a gente está muito dedicado para elevar o clube o mais alto possível na tabela – afirmou.

Victor Rangel atuou como atacante e foi elogiado por Eduardo Barroca após a partida. Agora, Diego Souza, titular da posição e que ficou fora contra o Tricolor por razões contratuais, retorna ao time titular, mas o camisa 29 não encara isto como um problema para a sua continuidade entre a equipe que inicia o jogo.

– Fico feliz com as palavras do professor, cada vez mais motivado e confiante no meu trabalho. Não sei (risos). Estou trabalhando bastante, me dedicando em prol da equipe. Se o Barroca optar por mim, é claro que vou fazer o meu melhor e ajudar os companheiros a conseguir uma vitória – analisou.

– Eu acredito que sim (pode jogar junto de Diego Souza), mas essa decisão é do professor. O Diego é um jogador sensacional, diferenciado, joga em todas as funções da frente. No dia a dia, eu admiro muito e procuro aprender com ele, pelo jogador excepcional que é. Se tiver oportunidade de jogar junto, tomara que a gente consiga fazer o melhor – completou.

Confira outras respostas de Victor Rangel:

Importância da vitória
– O caminho das vitórias nos trazem tranquilidade. Lamentamos o último jogo, por não ter somado um ponto. Claro que dói bastante tomar um gol na parte final e deixar de somar um ponto. Em casa a gente tem que sempre que vencer, é um campeonato difícil e equilibrado. Quando isso não acontece, temos que buscar o resultado fora. Nosso objetivo é estar brigando na parte de cima. Já que estamos na metade para baixo, queremos o quanto antes voltar a vencer para estar figurando no pelotão de cima.

Sequência dentro de campo
– Como atletas, precisamos de uma sequência, sempre respeitando os companheiros e as decisões da comissão técnica, é claro. É sempre muito importante ter sequência, que consiga desenvolver. Estou em busca disso. Muita humildade trabalhando e sempre respeitando as decisões. Espero poder colaborar e ajudar o clube.

Fonte: Terra