Vitória traz resposta a ‘curto prazo’ desejada por Lazaroni no Botafogo

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Vitória traz resposta a ‘curto prazo’ desejada por Lazaroni no Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Ao apito final da partida contra o Palmeiras, o técnico Bruno Lazaroni atingiu um dos primeiros objetivos em meio à crise pela qual passa o Botafogo nos últimos dias. Substituto de Paulo Autuori, o treinador conseguiu a resposta a “curto prazo” que tanto bateu na tecla na apresentação, fazendo com que a equipe saísse da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro em um primeiro momento.

Em duas partidas à frente do time alvinegro, Lazaroni conquistou quatro pontos — empate com o Fluminense e vitória sobre o Verdão. O triunfo, inclusive, encerrou um jejum de 10 partidas e aliviou um pouco a pressão que o grupo vinha sofrendo.

O treinador assumiu o cargo há uma semana, após a derrota para o Bahia. O revés em casa foi mais um dos placares negativos acumulados pela equipe na competição, o que culminou em mudanças no departamento de futebol.

E o bom resultado sobre o Verdão teve um toque do comandante. Ele alterou a estrutura da equipe e passou a adotar o 4-3-3, com Rafael Forster atuando mais adiantado, como volante. Desta forma, desfez a linha de cinco defensores que era a marca registrada do Botafogo de Autuori.

Além disso, o meia japonês Honda se mostrou mais próximo do setor ofensivo, e o atacante Rhuan foi o escolhido para ser a válvula de escape. O esquema indicou um time mais compacto e com boa transição, fazendo com que a apresentação, principalmente no primeiro tempo, fosse alvo de elogios.

“Foi fundamental a forma como encararam desde o início do jogo. O intuito não era só segurar a vantagem até o final, mas por conta das circunstâncias conseguiram isso. Bom para quebrar diversas situações que aconteciam anteriormente”, disse Lazaroni.

Fonte: UOL

Notícias relacionadas