‘Vovôs’ Zé Roberto e Seedorf comandam ‘duelo europeu’ no Sul

Compartilhe:

Grêmio e Botafogo tem como pilares dois ‘vovôs’ renomados internacionalmente e que além de expoentes técnicos dos times também servem de exemplo aos mais jovem. Zé Roberto e Seedorf, ex-colegas de Real Madri, se enfrentam neste domingo em um encontro que não é inédito mas representativo.

Zé Roberto é 1 ano e 9 meses mais velho. O gremista nasceu em julho de 1974. Há poucos dias completou 39 anos. Mas a disposição sobra em treinamentos e jogos. O estilo centrado de Zé chama atenção por onde ele passa.

“Ele procura me ajudar muito dentro e fora de campo. Me ensina o posicionamento e também como devo agir em várias situações. É um cara sensacional que sempre está disposto a passar a experiência para nós mais jovens”, disse o volante Matheus Biteco, que poderia muito bem ser filho de Zé pois tem apenas 18 anos.

Seedorf nasceu em abril de 1976, tem 37 anos, e após anos de sucesso na Europa decidiu pelo Brasil para os momentos finais da carreira. No Botafogo, o Holandês faz o mesmo trabalho de Zé com os meninos. É chamado, inclusive, de ‘professor’ e ‘paizão’. A exemplo do gremista, o botafoguense também é sempre o destaque nos treinamentos físicos e peça importante entre as lideranças da equipe.

Os destinos de Zé Roberto e Seedorf já se cruzaram antes dos encontros no Brasil. Os dois foram colegas de Real Madri entre 1998 e 1999. Lá, a amizade foi rápida mas dura até hoje. Na Europa, muitas vezes eles se enfrentaram. Zé defendeu Hamburgo, Bayern de Munique e Bayern Leverkusen. Já o holandês defendeu as cores do Ajax, Sampdoria, Inter e Milan. E no Brasil o duelo deste domingo também já ocorreu.

Seedorf estreou pelo Botafogo exatamente contra o Grêmio, em julho de 2012. Na partida, vencida pelo Tricolor com gol de Marcelo Moreno, Zé Roberto foi um dos destaques. O troco do Botafogo veio no mesmo ano. Pela 30ª rodada, um empate aos 45 minutos do segundo tempo com gol de Bruno Mendes fez o alvinegro de Seedorf tirar a vice-liderança do time gaúcho.

“Para o torcedor é uma ótima atração pois são dois grandes jogadores. Dá prazer de ver ambos jogarem. Tanto o Zé [Roberto], quanto o Seedorf, são exemplos para os jogadores mais jovens. Mesmo com a idade deles, continuam com um belíssimo preparo físico e um excelente futebol”, elogiou o técnico Renato Gaúcho.

O encontro dos ‘velhinhos’ de Grêmio o Botafogo ocorre neste domingo, às 16h, na Arena. O jogo marca, também, a estreia de Renato Gaúcho em casa. Enquanto os gaúchos procuram se aproximas das primeiras posições, o time carioca é líder do certame nacional com 13 pontos.

Fonte: UOL

Comentários