Ele é a mais nova aposta do Botafogo e fez gol pelos profissionais antes mesmo de ter a mudança para o elenco principal oficializada. Ezequiel balançou as redes do Cruzeiro na rodada final do último Brasileiro e logo caiu nas graças da torcida. A comissão técnica, no entanto, identificou um problema. Com 1,67 m e 65 kg, o jovem jogador teria mais dificuldade em colocar seu jogo em prática.

Desde então, o Botafogo elaborou um plano específico para o jogador ganhar massa muscular. As horas a mais na musculação trouxeram resultado e, após três meses de trabalho intenso, Ezequiel ganhou quatro quilos e já consegue “aguentar pancadas” dos adversários.

“O pessoal da preparação física, fisiologia e nutrição tem me aconselhado bastante, pegam no pé até pelo meu descanso. Ganhei uns 4 kg de massa desde a pré-temporada”, disse o jogador. “Tento tirar a diferença física na velocidade. Evito sair do corpo, tive treinadores que me aconselharam a não jogar de costas, no um contra um”, completou o xodó.

E o desempenho do ‘novo’ Ezequiel tem agradado o Botafogo, sob nova direção. O técnico Alberto Valentim sabe que o time está em má fase e que alguns dos jogadores têm sentido o momento, como é o caso de Rodrigo Pimpão. A falta de melhores opções no elenco faz com que o jogador siga no time titular apesar das críticas e más atuações que se acumulam desde o ano passado.

Pimpão, no entanto, pode se sentir ameaçado, já que Ezequiel tem conquistado mais e mais espaço no elenco. Não seria surpresa se a titularidade do xodó acontecesse já no duelo de quinta-feira contra o Nova Iguaçu, em Edson Passos, na estreia de Alberto Valentim.

Fonte: UOL