Com o fim das competições profissionais deste ano, o futebol brasileiro se volta para o próximo ano e a tradição de acompanhar as promessas que vão atuar na Copa São Paulo. O início do torneio está marcado para 4 de janeiro e nem todas as equipes têm os planejamentos definidos sobre quem pretendem utilizar. Confira, então, 15 candidatos a craque da Copinha.

Alisson Farias – atacante – Internacional

Campeão e principal destaque da Copa do Brasil Sub-20, voltou a jogar em alto nível depois de um ano difícil em 2013. Ex-Atlético-PR, tem o drible em velocidade como seu principal recurso. Nascido em 1996.

Bruno Cosendey – volante – Vasco

Habilidoso e inteligente, é criado no Vasco desde as primeiras categorias. Seja como volante ou como meia, se destaca pelo porte físico, bom passe e chute. É candidato a logo aparecer no time principal. Nascido em 1997.

Bruno Mota – meia – Atlético-PR

Bastante habilidoso, é o número 10 do Atlético-PR em campanha de destaque no Brasileiro Sub-20.Deve ser um dos líderes na Copa SP e candidato a passar para a equipe sub-23 no Paranaense. Nascido em 1995.

Bruno Tabata – meia – Atlético-MG

Melhor jogador da última Copa do Brasil sub-17, foi campeão do torneio e agora passa para os juniores. Inteligente e driblador, deve ser um dos mais jovens da equipe atleticana na Copinha. Nascido em 1997.

Douglas – volante – Fluminense

Seja pela imposição física ou pela técnica, Douglas chama a atenção pela organização de jogo que faz com o pé esquerdo, sempre de cabeça em pé. O Flu não terá o meia Gérson, com a seleção sub-20. Nascido em 1997.

Emerson – zagueiro – Botafogo

Com boa saída de bola e velocidade na recuperação, é a principal promessa entre os jogadores que foram campeões do Carioca sub-20 recentemente. Pode pintar entre os profissionais. Nascido em 1995.

Ewandro – atacante – São Paulo

Ele teve algumas experiências pelo time profissional, mas ainda deve atuar na Copa São Paulo para adquirir rodagem. Ewandro é um dos jovens jogadores mais habilidosos do País. Nascido em 1996.

Fernando Dinis – zagueiro – Coritiba

Expoente da base do clube há alguns anos, Fernando se destaca pela liderança e também pelos gols que normalmente marca. Divide o destaque com o atacante Gustavo Mosquito. Nascido em 1997.

Gabriel Fernando – atacante – Palmeiras

Destaque absoluto da base palmeirense, ele anotou 37 gols no último Paulista Sub-17. O vice-artilheiro ficou com 19. Rápido, inteligente e matador, fez o clube priorizar sua renovação. Nascido em 1997.

Guilherme Arana – lateral esquerdo – Corinthians

Vice da Copa São Paulo, Arana treinou com Mano Menezes durante todo o ano, mas não teve oportunidades. De volta para a Copinha, deve mostrar sua boa liderança, técnica e marcação. Nascido em 1997.

Judivan – atacante – Cruzeiro

Elogiado por atuação após o bicampeonato brasileiro do Cruzeiro, Judivan ainda deve atuar pela base na Copinha. É um atacante de boa visão de jogo e habilidade, perfeito para jogar pelos lados. Nascido em 1995.

Lincoln – meia – Grêmio

Após assinar o primeiro contrato profissional, Lincoln deve jogar pelos juniores gremistas. Promessa desde os 13 anos, ele tem uma perna esquerda comparada à de Anderson e ótima visão de jogo. Nascido em 1998.

Matheus Augusto – atacante – Santos

Mais conhecido como Manga, ele é conhecido pela capacidade de drible e finalização acima da média. Habilidoso, tem o perfil típico dos atacantes santistas. Era reserva na campanha de título deste ano. É nascido em 1996.

Matheus Sávio – meia – Flamengo

Formado na base do Desportivo Brasil, clube da Traffic, foi negociado com o Flamengo em março e ganhou espaço ao longo do ano. Habilidoso e inteligente, é xará do ídolo flamenguista dos anos 90. É nascido em 1997.

Rômulo – meia – Bahia

Camisa 10 do time sub-20, foi promovido por Gílson Kleina e acabou o ano como titular, com gol marcado nos profissionais. A presença na Copa São Paulo ainda não está confirmada. É nascido em 1995.

Fonte: UOL