Contra o Vitória, no domingo, Kieza voltou a balançar as redes depois de mais de três meses de jejum. O atacante fez o primeiro gol do Botafogo no triunfo por 4 a 3 e se isolou como artilheiro do time do ano, agora tendo marcado nove vezes, uma a mais que Brenner.

O atacante ter voltado a fazer gols é motivo de comemoração para Zé Ricardo, que seguiu apostando em Kieza apesar do período sem bolas na rede.

— É um fato positivo ele voltar a marcar. Por onde o Kieza passou fez gols. Tem um bom aproveitamento de finalização e um tempo de bola excelente — analisou o treinador.

No meio do período sem fazer gols, Kieza teve que enfrentar uma lesão na coxa direita e ficou um mês fora de combate, perdendo os seis primeiros jogos sob o comando de Zé Ricardo. Ao todo, desde a última vez que marcou — contra o Bahia, no empate em 3 a 3 em junho —, foram nove jogos sem bater o goleiro adversário, todos como titular.

Se Kieza voltou a marcar, os outros centroavantes do elenco ainda enfrentam momento conturbado. Brenner não marca desde a terceira rodada do Brasileirão, em abril, e Aguirre fez apenas um gol no ano todo. Zé Ricardo acredita que o gol do camisa 9 pode dar mais tranquilidade aos jogadores.

— Converso muito com os atacantes e falo que a bola não entrar é fase. Vinhamos criando boas chances de marcar, mas perdendo os gols — disse Zé — Acho que a ansiedade acaba atrapalhando nestas horas.

O Botafogo fez o primeiro treino da semana com o elenco completo ontem, no Nilton Santos. Zé Ricardo terá a semana livre para preparar o time visando dois jogos decisivos. Pelo Brasileiro, no domingo, enfrenta o São Paulo e na quarta que vem, pela Copa-Sul Americana, faz o jogo da volta contra o Bahia.

Fonte: Extra Online