O Botafogo venceu o Vitória por 4 a 3 neste domingo e se afastou da zona de rebaixamento. O triunfo poderia ter sido bem tranquilo, mas um lance determinou um sofrimento desnecessário nos minutos finais.

Quando vencia por 4 a 2, o Botafogo teve contra-ataque com três atacantes contra um marcador do Vitória. Erik decidiu pela jogada individual, driblou o adversário, mas chutou em cima de Ronaldo.

Rodrigo Pimpão e Brenner estavam livres ao lado e ficaram loucos com a decisão de Erik. Após o gol perdido, eles partiram para cima e cobraram o companheiro. O primeiro, inclusive, chegou a dar uma peitada.

“Brenner e Pimpão passaram do lado e estavam livres. Era para dar o passe, mas o Erik conseguiu driblar. Não concluiu bem e perdeu o gol. Se faz o gol todo mundo iria abraçar. Esfriar a cabeça e exaltar a vitória. Isso é normal no futebol”, explicou Moisés.

“Exaltar a vitória. Conseguimos esse triunfo fora de casa. Precisávamos vencer, foi muito importante”, completou o lateral esquerdo do Botafogo.

O técnico Zé Ricardo também explicou a situação em coletiva. “O lance, como foi, gerou uma cobrança. Não só minha, mas também dos atletas. Eu achei normal a cobrança. A situação era para fazer o quinto gol e terminar partida. Por pouco o Vitória não empata, o que nos deixaria em situação ruim. Faz parte do futebol. Erik reconheceu que errou no vestiário e isso vai fazer ele crescer como atleta”.

A vitória representa um alívio para o Botafogo, que chega aos 32 pontos e se afasta da zona de rebaixamento. O time pulou para a 11ª posição e respira tranquilo após longo período com a corda no pescoço. O time, agora, encara o São Paulo, no domingo, no Nilton Santos (Engenhão).

Fonte: UOL