Vendido para o Ceará, Leandro Carvalho rendeu R$ 3 milhões por 40% dos direitos econômicos. O Botafogo manteve 10% dele. Porém, o clube não teve retorno técnico com o atacante, principalmente porque o foco dele não estava no Estádio Nilton Santos.

O técnico Zé Ricardo confirmou ao site “Globoesporte.com” que Leandro Carvalho faltou aos treinos de sábado e domingo no Botafogo.

– Ele realmente esteve ausente de dois treinos, domingo e segunda-feira. Acredito que ou ele, ou o representante ou o próprio Ceará já tinham sinalizado a saída. Ele acabou tomando a decisão de faltar. Eu no papel dele não faria isso. Mas ele decidiu tomar essa decisão. Enfim, a decisão já está tomada, e a gente tem que olhar para frente – disse Zé Ricardo.

O treinador minimizou a saída e lembrou que seria difícil Leandro Carvalho render no Botafogo, sem estar 100% focado. O atacante fez 10 jogos no clube e não marcou nenhum gol.

– Difícil você falar quando a vontade do atleta desde o início foi sempre retornar ao Ceará. Voltou ao Botafogo, tinha algum acordo com a direção do clube. Ano passado, quando quis ir ao Ceará, o Botafogo deu essa oportunidade a ele. Ele foi bem lá, a gente estava com uma expectativa boa, mas desde o início ele mostrou o desejo de retornar ao Ceará. É um menino que a gente torce para que tenha sucesso na vida, é uma escolha, e cada um é responsável pelas suas escolhas – afirmou o técnico.

Fonte: Redação FogãoNET e Globoesporte.com