Apresentado no Botafogo, Gabriel Pires admite ‘gosto mais que especial’ e revela estar bem fisicamente: ‘Me sinto pronto já’

112 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Apresentado no Botafogo, Gabriel Pires admite ‘gosto mais que especial’ e revela estar bem fisicamente: ‘Me sinto pronto já’
Vitor Silva/Botafogo

Reforço do Botafogo, Gabriel Pires foi apresentado oficialmente na manhã desta terça-feira (16/8), no Estádio Nilton Santos. O meio-campista recebeu as honras da casa e a camisa oficial das mãos do gerente de futebol Pedro Moreira.

Estou aqui representando John Textor e André Mazzuco. Aproveito para dar boas-vindas a Gabriel e toda família, pela confiança no projeto do Botafogo, em fazer parte do Glorioso. Ficamos felizes por trazê-lo nessa janela, era um sonho antigo do clube. Bem-vindo ao Botafogo, Gabriel – declarou Pedro Moreira.

Emprestado pelo Benfica até o meio de 2023, com possibilidade de extensão até o fim do ano, o meio-campista celebrou o acerto com o Botafogo.

A sensação é ótima. Tem um gosto mais do que especial, meu clube do coração, sempre torci, seguia acompanhando. Agora estou aqui, feliz, empolgado, motivado para caramba com o projeto, chegar nessa altura de uma nova era do Botafogo, isso é muito bom. Estou muito feliz – disse Gabriel Pires, que planeja já jogar em breve.

Me sinto pronto já. Claro que estou há um tempo sem disputar uma partida, 90 minutos, mas sempre me cuidei quando estive parado. Não é problema, me sinto bem fisicamente, só preciso de ritmo de jogo e minutagem – explicou.

🎙️ Leias outras declarações:

Onde pode jogar?

– Atuo no meio-campo, nas posições que o treinador preferir. Joguei mais vezes como 8, como segundo volante, tive mais sequência. Mas não tenho preferência, prefiro é jogar. Onde posso ajudar mais quem vai saber é o treinador.

Carinho da torcida

– A primeira coisa que me surpreendeu foi quando o Botafogo veio atrás de mim, foi muito importante. Quando começaram a sair notícias, vieram os torcedores. Foi uma força maior sentir o carinho do torcedor, é muito importante e bom. Como também sou torcedor, sempre ficava atento a isso, a quem ia chegar e sair. Poder um dia ser esse nome de chegar aqui e poder ajudar foi ainda mais especial.

Proximidade da família

– Estou muito tempo fora, a família perto é algo emocionante para mim, ainda mais no meu time de coração. Poder ter meus filhos é emocionante para mim.

Ser torcedor do Botafogo

– Meu primo foi o meu maior motivador para eu ser botafoguense, me levava nos estádios, me dava camisas. E meu tio-avô também foi fundamental. Quando eu estava mais vindo nos estádios era época do Dodô, Zé Roberto, Lucio Flavio, um time que eu gostava de ver jogar. Ali eu estava empolgado.

Desafio

– Para mim é motivador as pessoas não me conhecerem e eu ter a oportunidade de mostrar meu trabalho. É mais um fator para motivar, mostrar quem eu sou.

Base no Vasco ou no Resende?

– Muita gente diz, já saiu notícia dessa, só para esclarecer que minha base foi no Resende. No Vasco foi só um teste, já fiz muitos outros, mas o setor de base foi mesmo no Resende.

📺 Veja o vídeo da Botafogo TV:

Fonte: Redação FogãoNET e Botafogo TV

Notícias relacionadas