Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

ATUAÇÕES FN: Chay, Oyama e Navarro vão bem em Londrina 2 x 2 Botafogo; Douglas, PV e Rafael Moura vacilam

121 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Elenco - Londrina x Botafogo
Reprodução/Premiere

DOUGLAS BORGES: 4,5
Não passou segurança o jogo todo, reagiu lentamente no primeiro gol e espalmou para a frente no segundo

WARLEY: 5,5
Melhor na lateral que na ponta, cumpriu bem o papel defensivo. Acertou cruzamento no fim que Rafael Moura perdeu

KANU: 5,0
Não foi mal no jogo, mas nos dois gols estava próximo à bola e demorou a reagir

GILVAN: 5,5
Firme nos cortes por baixo e por cima. Quase fez gol no fim. Tem dificuldade na saída de bola

PV: 4,5
Tímido no apoio, falhou no segundo gol ao rebater bola fácil para a frente

LUÍS OYAMA: 7,0
Errou até mais passes que o normal no primeiro tempo. No segundo, melhorou, organizou o time e fez um bonito gol

PEDRO CASTRO: 5,0
Apagado, não esteve bem tecnicamente. Perdeu a bola na origem e falhou no primeiro gol. De bom, o passe na construção do gol de Oyama

MARCO ANTÔNIO: 5,5
Muito discreto, ficou o jogo quase todo sumido. Só apareceu em um cruzamento para quase gol de Navarro e em uma bela assistência para Oyama

RONALD: 6,0
Sofreu falta que gerou gol, falta que gerou cartão, falta que gerou lesão… Só apanhou, até ter que ser substituído

CHAY: 7,0
Muita qualidade com a bola rolando e na bola parada. Ótimo cruzamento no gol de Navarro

RAFAEL NAVARRO: 7,0
Oportunista no gol de ombro. Deu trabalho aos zagueiros adversários

DANIEL BORGES: 5,0
Entrou para fechar a direita, mas foi discreto tanto na defesa quanto no ataque

BARRETO: 5,0
Pouco foi visto em campo. Não reforçou a marcação

DIEGO GONÇALVES: 5,0
Mais se atrapalhou com a bola do que conseguiu produzir

RAFAEL MOURA: 4,5
Perdeu uma bola no meio por enfeitar demais e perdeu a chance clara do gol da vitória

RICARDINHO: sem nota
Pouco fez

MARCELO CHAMUSCA: 5,0
O time segue em crescente e poderia ter vencido. Faltou contribuir mais para isso. O técnico fez alterações defensivas o jogo todo, chamando a equipe para a defesa contra um adversário frágil. O medo de perder tirou a vontade de ganhar. Substituições não foram boas

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas
Comentários