Áudio mostra que VAR tentou convencer árbitro a marcar pênalti (inexistente) para o Red Bull Bragantino contra o Botafogo

87 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

VAR em Red Bull Bragantino x Botafogo | Campeonato Brasileiro 2022
Reprodução/SporTV

Um lance em que o árbitro Ramon Abatti Abel estava acompanhando bem de perto, a poucos metros, e não marcou pênalti. Ainda assim, o VAR comandado por Wagner Reway chamou para revisão e tentou convencer o juiz a dar falta dentro da área de Victor Cuesta em Helinho, já no fim de Red Bull Bragantino 0 x 1 Botafogo, na segunda-feira, no Estádio Nabi Abi Chedid, pelo Campeonato Brasileiro.

É o que o mostra o áudio do VAR, disponibilizado pela CBF nesta quinta. Apesar da tentativa de Wagner Reway, o árbitro foi bem e manteve a decisão de campo, não marcando o pênalti.

Leia abaixo a conversa entre Ramon Abatti Abel e o VAR comandado por Wagner Reway:

– Não, nada, vai jogar. Se jogou.

– Volta nela, me dá um play. Ele mantém a perna ali. Volta mais devagar. Ele deixa a perna muito aberta, muito antes. Possível pênalti. A gente vai revisar. Ele mantém a perna não deixando o jogador passar. Ramon, revisão de possível penal na jogada com Gatito.

– Com Gatito?

– Com Cuesta. Desculpa, com Cuesta.

– Cadê a imagem? Não tem imagem, estou sem.

– Vou abrir para você. Ele mantém a perna na passagem do jogador. A bola já tinha saído. Mais alguma imagem?

– Dá mais uma imagem, em velocidade normal. Ele mantém a perna, porém o jogador não está em progressão para a frente.

– Vou voltar.

– Ele ocupa o espaço e recolhe a perna, não faz movimento de calço ou de alavanca.

– Mostro pela (câmera) 4 se você quiser. Ele segura a passagem do jogador.

– Ele ocupa o espaço, jogador sente contato e se jogada. É contato normal de um jogo, não é calço. Minha decisão é não.

– OK.

Veja os vídeos e áudios do VAR no site da CBF.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas