BOTAFOGO É DERROTADO PELO AVAÍ, PERDE A QUARTA SEGUIDA E ENTRA NA ZONA DE REBAIXAMENTO

511 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

BOTAFOGO É DERROTADO PELO AVAÍ, PERDE A QUARTA SEGUIDA E ENTRA NA ZONA DE REBAIXAMENTO
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo parece ter entrado numa espiral negativa sem fim. Nesta segunda-feira, atuando no Estádio Nilton Santos, o Glorioso levou um golaço de Kevin, perdeu para o Avaí por 1 a 0 e acumulou a quarta derrota consecutiva. A consequência: pela primeira vez, o Fogão entrou na zona de rebaixamento, em 17º, com 12 pontos. A torcida não perdoou, com vaias e xingamentos – inclusive para o técnico Luís Castro.

O Botafogo iniciou a partida com uma boa postura, buscando o ataque de forma mais assertiva e tentando recuperar rapidamente a bola quando o Avaí tentava trocar passes.O time catarinense, por sua vez, foi inteligente, tratou de esfriar o jogo e tirar a velocidade da partida.

O Glorioso custou a conseguir criar grandes chances, mas conseguiu. Aos 34 minutos, Vinicius Lopes deu ótimo toque de calcanhar, Daniel Borges cruzou da direita e Chay pegou um bonito chute de primeira, mas Douglas Friedrich fez uma defesaça no ângulo. Logo depois, Tchê Tchê tabelou com Vinícius Lopes e enfiou para Erison, que deu de biquinho e parou na saída providencial do goleiro.

Mas, quando a fase não ajuda, dá tudo errado. Quando o Botafogo estava em seu melhor momento do jogo, sofreu o gol de um jeito inacreditável. Kevin, que deixou o clube sem deixar nenhuma saudade, cobrou falta com extrema categoria, Gatito ainda tentou pular no ângulo, mas a bola bateu na trave e entrou: Avaí 1 a 0, com direito a “Lei do Ex” e muitas vaias da torcida.

O clima de apreensão tomou conta do Estádio Nilton Santos, com gritos de “time sem vergonha” e muitas vaias. O Botafogo tentou reagir no segundo tempo, mas encontrou muitas dificuldades para conseguir criar jogadas. Aos 16 minutos, Kayque roubou no meio, Erison recebeu de Victor Sá, limpou a defesa e chutou por cima, na principal chance da etapa final.

O técnico Luís Castro foi mexendo na equipe, mas as substituições acabaram jogando contra, como por exemplo a ideia de colocar Vinícius Lopes de lateral direito. O Botafogo continuou sem conseguir assustar, sentindo a pressão das arquibancadas. E o jogo acabou mesmo com derrota, vaias e xingamentos para tudo que é lado.

Próximos jogos do Botafogo

O Botafogo volta a jogar no Estádio Nilton Santos já na próxima quinta-feira, feriado de Corpus Christi, contra o São Paulo, às 16h, pela 12ª rodada. Depois, o Fogão vai até Porto Alegre para visitar o Internacional, domingo, às 18h, no Beira-Rio.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 1 AVAÍ

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 13/06/2022 – 19h
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (Fifa/SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa/SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Vinicius Furlan (SP)
Renda e público: R$ 220.135,00 / 11.525 pagantes / 12.627 presentes
Cartões amarelos: Vinícius Lopes, Hugo, Del Piage e Erison (BOT); Eduardo, Raniele, Bruno Silva, Matheus Galdezani e Vladimir (AVA)
Cartões vermelhos: Bruno Silva 51’/2ºT (AVA)
Gols: Kevin 46’/1ºT (0-1)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Daniel Borges (Matheus Nascimento 26’/2ºT), Kanu, Victor Cuesta e Hugo; Luís Oyama (Kayque 10’/2ºT), Tchê Tchê (Del Piage – Intervalo) e Chay; Vinícius Lopes, Erison e Victor Sá – Técnico: Luís Castro.

AVAÍ: Douglas Friedrich (Vladimir – Intervalo); Kevin, Raniele, Arthur Chaves e Cortez; Jean Cleber (Lucas Ventura 41’/2ºT), Bruno Silva e Eduardo (Matheus Galdezani 31’/2ºT); Muriqui (Renato 14’/2ºT), Bissoli e William Pottker (Morato 31’/2ºT) – Técnico: Eduardo Barroca.

Classificação do Campeonato Brasileiro:

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas